Sem categoria

Hidrolisados proteicos

hidrolisadosOs hidrolisados proteicos têm sido amplamente utilizados devido às suas propriedades funcionais e tecnológicas em diversos produtos alimentícios para melhorar características físicas, químicas e funcionais dos alimentos, sem prejudicar o seu valor nutritivo. Além disso, é o suplemento mais bem sucedido atualmente para os praticantes de atividade física.

A qualidade nutricional de uma proteína depende da composição de aminoácidos desta e da utilização fisiológica desses aminoácidos após a digestão e absorção.

Os hidrolisados proteicos têm sido amplamente utilizados devido às suas propriedades funcionais (estes possuem peptídeos bioativos) e tecnológicas (têm alta solubilidade, devido ao processo de hidrólise sob condições ácidas, e produzem soluções de baixa viscosidade mesmo em altas concentrações). Essas duas propriedades, combinadas à melhora da tecnologia, tornaram o hidrolisado proteico um ingrediente amplamente utilizado em diversos produtos alimentícios para melhorar características físicas, químicas e funcionais dos alimentos, sem prejudicar o seu valor nutritivo.

Os hidrolisados proteicos possuem uma propriedade fisiológica bastante importante, estes têm uma absorção gastrointestinal mais efetiva, quando comparada às proteínas intactas, ou mesmo à ingestão de aminoácidos livres.

Desde 1914, estudos já haviam observado que oligopeptídeos “desapareciam” do lúmen intestinal mais rapidamente que aminoácidos, sugerindo que algumas proteínas poderiam ser absorvidas sob a forma de peptídeos.

Diversas pesquisas foram realizadas ao longo dos anos e atualmente sabe-se que a absorção de proteínas ocorre tanto na forma de aminoácidos como de pequenos peptídeos, por mecanismos independentes. A absorção dos aminoácidos é mediada por transportadores e é um mecanismo de absorção saturável; os pequenos peptídeos (di e tri-peptídeos) são absorvidos intactos e podem ou não sofrer hidrólise intracelular.

Já a proteína na forma de oligopeptídeos (com quatro ou mais aminoácidos ligados) é hidrolisada pelas enzimas da borda em escova (peptidases) no intestino e são absorvidos sob a forma de aminoácidos ou di ou tri-peptídeos. Desta forma, os hidrolisados proteicos disponíveis comercialmente se diferenciam em relação à composição de di, tri e oligopeptídeos.

O uso da whey protein hidrolisada constitui um diferencial por este fato. Além de ser uma proteína de rápida absorção quando intacta, a mesma tornará a sua capacidade de metabolização mais imediata quando hidrolisada, encontrando-se “pré-digerida”. Com isso pode-se garantir um maior aproveitamento do produto e eficiência no aumento de massa muscular.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.