Sem categoria

Carboidratos e Exercício

carbTodo mundo sabe o quanto é importante a prática de exercício físico para uma melhor qualidade de vida, mudanças na composição corporal ou com a finalidade de competição no caso dos atletas. Mas, o que talvez poucos saibam é da importância dos carboidratos para o desempenho.

São eles que fornecem a energia para que possamos realizar uma atividade, sendo o principal substrato energético utilizado no início do exercício e quando a intensidade aumenta e, constitui importante participação nos exercícios de longa duração, como a maratona e o triatlo. Além disso, os carboidratos evitam que seja utilizada proteína como fonte de energia desviando este nutriente para a sua principal função, que é o crescimento, manutenção e reparo dos tecidos. Os carboidratos também são necessários para o metabolismo da gordura, por isso que se tem a frase: “As gorduras queimam na chama dos carboidratos” e, são o principal combustível para o sistema nervoso central, ou seja, o nosso cérebro utiliza quase que exclusivamente a glicose.

Falando da glicose, é ela que vai proporcionar a energia durante o exercício através do glicogênio hepático e muscular e quando este é esgotado, o consumo de carboidratos de rápida absorção durante o exercício fornece a glicose permitindo a continuidade do mesmo evitando assim a fadiga, que é o sinal que seu corpo emite dizendo: “não agüento mais, preciso parar”.

Para quem não sabe, o glicogênio é a forma de armazenamento dos carboidratos no fígado e músculo. O glicogênio hepático mantém a glicemia no período entre as refeições e no exercício enquanto o muscular é utilizado pelas próprias fibras musculares como fonte energética utilizada no decorrer do exercício.

Portanto, a composição da dieta é fundamental para manter as reservas de glicogênio e, a depender do tipo de exercício realizado é necessário consumir carboidratos antes, durante e após o treino. Por exemplo, quem faz musculação de forma intensa ou que durante a atividade percebe que não consegue realizar o treino satisfatoriamente ou quem treina por mais de 1 hora pode consumir carboidratos durante o exercício. Já aqueles que praticam maratona, triatlo e esportes semelhantes é indispensável o uso de carboidratos antes, durante e após. Antes com o objetivo de aumentar os estoques de glicogênio, durante para fornecer a glicose e depois para repor o que foi perdido auxiliando na recuperação muscular.

Existem suplementos à base de carboidratos chamados repositores energéticos, como a maltodextrina, a dextrose e, ainda bebidas do tipo recovery composta principalmente por carboidratos e proteínas, que auxiliam na recuperação, ideais para o pós-treino. Alguns repositores podem vir acrescidos de eletrólitos destinados aos exercícios intensos e/ou de longa duração, em que se tem uma taxa de sudorese elevada levando a perda de minerais, como o sódio e potássio, o que acarreta em um desequilíbrio afetando a hidratação e a performance.

A maltodextrina deve ser utilizada antes e/ou durante o exercício por ser um carboidrato de mais lenta absorção do que a dextrose, carboidrato de rápida absorção que pode ser usado também durante o treino e/ou após, porém no primeiro caso o ideal é que seja de gole em gole.

Procure um nutricionista para lhe orientar quanto a forma de uso específico para sua condição e, assim você possa ter um desempenho melhor!!!!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.