Quando interromper o uso da Whey Protein?

As proteínas do soro do leite, conhecidas pelo seu nome em inglês whey protein, são fontes riquíssimas de aminoácidos essenciais (aqueles que nosso organismo não produz) e de outras substâncias com atividades biológicas importantes como: atividade anti-hipertensiva, promoção da saciedade, melhora do sistema imunológico, combate aos radicais livres, atividade anticâncer, antimicrobiana e antiviral.
 
Seu uso é indicado principalmente para indivíduos fisicamente ativos, que praticam exercícios como musculação, natação, corrida, dentre outros. Isso se justifica pela rapidez de absorção desta proteína (a mais rápida que existe) e pelo seu valor biológico, que é extremamente alto devido à sua quantidade de aminoácidos essenciais elevada. Aminoácidos estes que são os necessários para recuperação e hipertrofia muscular.
 
Mas indivíduos que não praticam esportes podem utilizar a whey protein? Ainda mais especificamente, qualquer pessoa pode consumir whey por um prazo indefinido?
 
A resposta para essa pergunta é: sim. Apesar de muitos médicos, nutricionistas e educadores físicos afirmarem o contrário devido à falta de conhecimento acerca dos suplementos nutricionais, as proteínas do soro do leite são fontes de proteínas naturais extraídas do leite bovino e com benefícios extraordinários à saúde, como os citados anteriormente.
 
Numa breve comparação, 20g de proteína do soro do leite em pó é mais saudável do que 20g de proteína da carne bovina. A presença de gordura saturada (as que se estocam no nosso corpo e obstruem as artérias) na carne bovina é muito maior do que no suplemento à base de whey, assim como a presença de purinas e ácido úrico, substâncias que podem levar ao desenvolvimento de câncer e a prejuízos aos rins e ao fígado.
 
Uma preocupação coerente com o uso contínuo da whey protein como parte da dieta é a presença de corantes e edulcorantes artificiais nesses produtos. Inúmeros estudos mostram o potencial risco para saúde que essas substâncias têm no nosso organismo. Para isso, existem alguns suplementos elaborados com a preocupação de não conter nenhum ingrediente artificial na sua composição.
 
Logo, o consumo das proteínas do soro do leite pode e deve ser estimulada pelos nutricionistas a seus pacientes durante toda a vida, desde que esse uso seja feito com responsabilidade pelos usuários, ou seja, seguindo a risca as orientações dos profissionais garantindo assim, benefícios à saúde como um todo.
pareAs proteínas do soro do leite, conhecidas pelo seu nome em inglês whey protein, são fontes riquíssimas de aminoácidos essenciais (aqueles que nosso organismo não produz) e de outras substâncias com atividades biológicas importantes como: atividade anti-hipertensiva, promoção da saciedade, melhora do sistema imunológico, combate aos radicais livres, atividade anticâncer, antimicrobiana e antiviral.
 
Seu uso é indicado principalmente para indivíduos fisicamente ativos, que praticam exercícios como musculação, natação, corrida, dentre outros. Isso se justifica pela rapidez de absorção desta proteína (a mais rápida que existe) e pelo seu valor biológico, que é extremamente alto devido à sua quantidade de aminoácidos essenciais elevada. Aminoácidos estes que são os necessários para recuperação e hipertrofia muscular.
 
Mas indivíduos que não praticam esportes podem utilizar a whey protein? Ainda mais especificamente, qualquer pessoa pode consumir whey por um prazo indefinido?
 
A resposta para essa pergunta é: sim. Apesar de muitos médicos, nutricionistas e educadores físicos afirmarem o contrário devido à falta de conhecimento acerca dos suplementos nutricionais, as proteínas do soro do leite são fontes de proteínas naturais extraídas do leite bovino e com benefícios extraordinários à saúde, como os citados anteriormente.
 
Numa breve comparação, 20g de proteína do soro do leite em pó é mais saudável do que 20g de proteína da carne bovina. A presença de gordura saturada (as que se estocam no nosso corpo e obstruem as artérias) na carne bovina é muito maior do que no suplemento à base de whey, assim como a presença de purinas e ácido úrico, substâncias que podem levar ao desenvolvimento de câncer e a prejuízos aos rins e ao fígado.
 
Uma preocupação coerente com o uso contínuo da whey protein como parte da dieta é a presença de corantes e edulcorantes artificiais nesses produtos. Inúmeros estudos mostram o potencial risco para saúde que essas substâncias têm no nosso organismo. Para isso, existem alguns suplementos elaborados com a preocupação de não conter nenhum ingrediente artificial na sua composição.
 
Logo, o consumo das proteínas do soro do leite pode e deve ser estimulada pelos nutricionistas a seus pacientes durante toda a vida, desde que esse uso seja feito com responsabilidade pelos usuários, ou seja, seguindo a risca as orientações dos profissionais garantindo assim, benefícios à saúde como um todo.
 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *