Sem categoria

Cafeína e Refluxo – Reduzir ou Excluir?

cafeO Refluxo Gastroesofágico ou popularmente chamado apenas de Refluxo é caracterizado pelo retorno do conteúdo ácido do estômago para o esôfago dando aquela sensação de queimação. É causado por diminuição da pressão do esfíncter esofagiano inferior (EEI), um anel que conecta o esôfago ao estômago formado por músculo, que precisa se contrair para o alimento passar ao estômago. Se ele não se contrai o alimento volta em direção à boca. É comum diante de uma refeição volumosa, gordurosa ou da ingestão de frituras e alimentos condimentados sentir uma sensação de dor e queimação, mas quando constante pode provocar problemas sérios no esôfago, como sangramentos e úlceras.

A cafeína é uma substância encontrada no café, chocolate, alguns refrigerantes, chás, grãos de cacau e em produtos chamados termogênicos sendo bastante consumida pela população geral e por praticantes de exercício físico ou atletas que procuram aumento do rendimento. Estimula o sistema nervoso simpático aumentando o estado de alerta, reduz a percepção de esforço, auxilia no emagrecimento ao estimular a “quebra” da gordura, mas apesar de tantos benefícios seu uso diante de algumas doenças merece atenção especial.

Quem possui doenças do trato gastrointestinal, como gastrite e refluxo não devem ingerir produtos que contenham cafeína, pois ela é irritante à mucosa inflamada e contribui para a redução da pressão do EEI piorando o quadro da inflamação.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

10 comentário

Marcos 18 de julho de 2017 at 23:40

Legal.

Responder
Jannine Dantas 21 de julho de 2017 at 12:29

Olá, Marcos!

A equipe de Nutrição da SNC Salvador agradece pelo comentário. E nos colocamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Responder
Geasi Mendes Santos 24 de julho de 2017 at 22:41

Tenho refluxo exofágico e gastrite e estou tomando um termogênico à base de cafeína chamado Seki, mas acho que devo parar, o que vcs acham? -osso tomar só por um mês? Ou esse tempo já é o suficiente para me causar danos ao meu estômago e esôfago?

Responder
Jannine Dantas 26 de julho de 2017 at 09:32

Olá, Geasi!

Os termogênicos que tem como base a cafeína são contraindicados para as pessoas quem tem o refluxo, como é o seu caso. Por isso o mais indicado seria você suspender o uso do produto e procurar um profissional de saúde habilitado para te orientar sobre outras estratégias para alcance dos seus objetivos.
Estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Responder
Geovan 23 de novembro de 2017 at 15:40

Olá eu tenho refluxo ou acho q tenho pós sempre q almoço ou janto, ao terminar sinto um bolo chato na garganta. Mais gosto muito de café, deve para de consumir o mesmo?

Responder
Lara Cerqueira 4 de dezembro de 2017 at 10:52

Olá, Geovan.
Cada organismo reage de maneira diferente diante do consumo alimentar em quadros de refluxo. O ideal é que teste reduzir o consumo de café para averiguar se há melhora do quadro e avaliar os efeitos. Um nutricionista pode auxiliar nesta descoberta.
Estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Responder
Barbara 19 de março de 2018 at 19:59

Olá, sinto um bolo na garganta que causa um incômodo será refluxo?

Responder
Lara Cerqueira 3 de abril de 2018 at 14:24

Olá, Barbara.
É importante que busque um médico gastroenterologista, apenas esse profissional pode diagnosticar presença ou não de refluxo ou qualquer outra disfunção no trato gastrointestinal.

Estamos a disposição para maiores esclarecimentos!

Responder
Romilda 16 de maio de 2018 at 11:50

Eu tbm comecei ter esse bolo que me incomoda muito, fui ao medico e ele falou que tenho refluxo, estou tomando landoprasol 40mg, ainda não resolveu , porque comecei ontem, espero que melhore, vou fazer exame pra ver minha tireoide como esta tbm, amo café, e estou vendo que vou ter que parar ou diminuir.

Responder
Lara Cerqueira 23 de maio de 2018 at 16:39

Olá, Romilda.
Realmente os excessos devem ser evitados. Que bom que já está com acompanhamento médico para tratamento. Alguns fatores da dieta podem contribuir, seria interessante também o acompanhamento nutricional.
Estamos a disposição para maiores esclarecimentos!

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.