Cafeína e Refluxo – Reduzir ou Excluir?

cafeO Refluxo Gastroesofágico ou popularmente chamado apenas de Refluxo é caracterizado pelo retorno do conteúdo ácido do estômago para o esôfago dando aquela sensação de queimação. É causado por diminuição da pressão do esfíncter esofagiano inferior (EEI), um anel que conecta o esôfago ao estômago formado por músculo, que precisa se contrair para o alimento passar ao estômago. Se ele não se contrai o alimento volta em direção à boca. É comum diante de uma refeição volumosa, gordurosa ou da ingestão de frituras e alimentos condimentados sentir uma sensação de dor e queimação, mas quando constante pode provocar problemas sérios no esôfago, como sangramentos e úlceras.

A cafeína é uma substância encontrada no café, chocolate, alguns refrigerantes, chás, grãos de cacau e em produtos chamados termogênicos sendo bastante consumida pela população geral e por praticantes de exercício físico ou atletas que procuram aumento do rendimento. Estimula o sistema nervoso simpático aumentando o estado de alerta, reduz a percepção de esforço, auxilia no emagrecimento ao estimular a “quebra” da gordura, mas apesar de tantos benefícios seu uso diante de algumas doenças merece atenção especial.

Quem possui doenças do trato gastrointestinal, como gastrite e refluxo não devem ingerir produtos que contenham cafeína, pois ela é irritante à mucosa inflamada e contribui para a redução da pressão do EEI piorando o quadro da inflamação.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 pensamentos em “Cafeína e Refluxo – Reduzir ou Excluir?”