Sem categoria

Creatina Alcalinizada

krealcalinA creatina é um dos suplementos mais utilizados entre os praticantes de atividade física. Sua suplementação aumenta os estoques de creatina livre e fosfato de creatina (CP), um composto fosfato de alta energia que tem como função reciclar a nossa moeda energética: o trifosfato de adenosina (ATP).

Essa ressíntese do ATP gera energia de maneira muito rápida, sendo interessante o seu uso em pessoas que praticam exercícios físicos repetitivos, de alta intensidade, curta duração e com períodos de recuperação rápidos, pois aumenta muito a força de explosão. Além disso, a creatina aumenta o estado de hidratação da célula muscular, estimulando a síntese protéica e assim favorece o processo de hipertrofia.

Porém, uma parcela da população não obtém resultados com a suplementação desse composto, não sendo conhecida a causa de tal fato até o momento. Alguns autores defendem que grande parte da creatina que ingerimos pode ser convertida a creatinina, composto sem função bioativa no organismo.

Nesse contexto, a creatina alcalinizada surgiu no mercado há pouco tempo, tendo como um dos propósitos a solução desse problema. Feita através de um processo no qual o pH da creatina é “corrigido”, esse composto não se converte a creatinina antes de alcançar o músculo, havendo uma maior biodisponibilidade. Em média, 1 a 3g seria o suficiente e não necessitaria da fase de saturação, feita com a creatina convencional.

Desse modo, o seu uso pode ser interessante e se torna uma alternativa para quem não obteve resultados positivos anteriormente.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.