Arginina e Hormônio do Crescimento

O hormônio do crescimento ou GH é um hormônio anabólico, secretado pela
hipófise anterior e desempenha algumas funções importantes no nosso organismo.
Dentre elas, destacam-se o aumento da captação de aminoácidos e da síntese
proteica pelas células, assim como o aumento da utilização de lipídios e redução da
utilização de glicose como fonte de energia. Sua secreção é controlada através de
dois hormônios do hipotálamo: GHRH (estimula a sua liberação) e a somatostatina
(inibe esta liberação).
Essa secreção depende de vários fatores, sendo maior em mulheres do que em
homens. Sua produção também está ligeiramente aumentada em crianças, elevando
ainda mais o nível durante a puberdade, declinando na vida adulta e posteriormente
com o envelhecimento. Refeição rica em proteínas ou infusão de aminoácidos eleva
o nível de GH, ocorrendo também um pico de sua liberação nos estágios III e IV do
sono profundo.
Alguns estudos demonstram que a suplementação de arginina é capaz de aumentar
a secreção de GH através da inibição da somatostatina. O exercício físico também
favorece uma maior liberação deste hormônio, dando destaque  à eficiente atuação
do exercício  anaeróbio. Desta forma,  a suplementação de arginina e o exercício
físico, em conjunto, podem potencializar essa secreção.
A administração de arginina deve ser feita numa dosagem de 5 a 9g antes de
dormir. O seu efeito como estimulante de GH é muito interessante,  uma vez que
esse hormônio  auxilia na  melhora  da composição corporal, aumentando a massa
magra e diminuindo o teor de gordura.

hghO hormônio do crescimento ou GH é um hormônio anabólico, secretado pela hipófise anterior que desempenha algumas funções importantes no nosso organismo. Dentre elas, destacam-se o aumento da captação de aminoácidos e da síntese proteica pelas células, assim como o aumento da utilização de lipídios e redução da utilização de glicose como fonte de energia. Sua secreção é controlada através de dois hormônios do hipotálamo: GHRH (estimula a sua liberação) e a somatostatina (inibe esta liberação).

Essa secreção depende de vários fatores, sendo maior em mulheres do que em homens. Sua produção também está ligeiramente aumentada em crianças, elevando-se ainda mais durante a puberdade, e declinando na vida adulta e posteriormente com o envelhecimento. Uma refeição rica em proteínas ou a infusão de aminoácidos podem elevar o nível de GH liberado, ocorrendo também um pico de sua liberação nos estágios III e IV do sono, ou seja, no sono profundo.

Alguns estudos demonstram que a suplementação de arginina é capaz de aumentar a secreção de GH através da inibição da somatostatina. O exercício físico também favorece a maior liberação deste hormônio, dando destaque à eficiente atuação do exercício de força. Desta forma, a suplementação de arginina e o exercício físico, em conjunto, podem potencializar essa secreção.

A administração de arginina deve ser feita numa dosagem de 5 a 9g antes de dormir. O seu efeito como estimulante de GH é muito interessante, uma vez que esse hormônio auxilia na melhora da composição corporal, aumentando a massa magra e diminuindo o teor de gordura.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *