Micronutrientes Antioxidantes no Exercício

frutasO exercício físico intenso induz a formação de radicais livres associados ao metabolismo energético acelerado. Esses radicais podem levar a danos e prejudicar o desempenho do atleta. Com o objetivo de minimizar os efeitos prejudiciais do excesso de radicais livres e melhorar a capacidade antioxidante dos atletas a adequação nutricional em micronutrientes vem sendo cada vez mais discutida.

Durante a atividade física intensa há um aumento de 10 a 20 vezes do consumo total de oxigênio pelo organismo, além de um aumento de 100 a 200 vezes da captação de oxigênio pelo tecido muscular, o que favorece maior produção de Espécies Reativas de Oxigênio (EROs), que são radicais livres. Estas são moléculas que possuem grande instabilidade e por isso elevada reatividade, tendendo a ligar-se a estruturas próximas da sua formação.

A obtenção de energia pelo metabolismo aeróbio promove com mais facilidade a liberação das EROs em relação à obtenção de energia pelo metabolismo anaeróbio. Por isso atletas ligados a modalidade basicamente aeróbicas, como corridas de longa distância, sofrem mais as consequências da presença das EROs.

O desequilíbrio entre a liberação de espécies reativas de oxigênio e a ação das substâncias antioxidantes promove o estresse oxidativo. O excesso de liberação de EROs faz parte do mecanismo intermediário de vários problemas de saúde que envolvem  isquemia , inflamação , trauma , doenças degenerativas , e morte celular por ruptura da membrana – lipoperoxidação.

De acordo com sua condição, os antioxidantes podem ser classificados como:

  • Antioxidantes de prevenção- previnem a formação de espécies reativas de oxigênio;
  • Antioxidantes varredores- destroem ou inativam as espécies reativas de oxigênio.

A regulação de todos os processos metabólicos requer a presença de micronutrientes que estão presentes nos alimentos. A inadequação do consumo de micronutrientes pode aumentar as chances de desenvolvimento de doenças, afetar a capacidade cognitiva e reduzir o desempenho.  As vitaminas E, C e zinco são importantes antioxidantes sendo obtidos somente pela alimentação.

A relação entre a atividade da vitamina E e sua função antioxidante está principalmente em sua posição nas membranas das células, onde é um eficaz agente redutor da atividade oxidante das espécies reativas de oxigênio.  A sua deficiência pode causar perda da integridade da membrana celular e aumentar peroxidação lipídica, causando redução no desempenho  e danos teciduais.

A vitamina C é hidrossolúvel, ou seja, solúvel em água. Ela possui propriedades antioxidantes, agindo diretamente sobre o radical em meio aquoso como o plasma prevenindo assim lesões nas membranas dos eritrócitos e também participa do processo de recuperação do alfa- tocoferil a alfa- tocoferol (vitamina E) favorecendo a sua ação antioxidante.

O zinco é um mineral traço essencial e atua como auxiliar em mais de 300 reações, participa da respiração celular, duplicação do DNA e mantém a integridade das membranas celulares. A deficiência em Zinco provoca lesões oxidativas relacionadas à ação das EROs, sua ação antioxidante é indireta , uma vez que ele não participa das reações de oxidação- redução.

A suplementação não melhora o desempenho dos atletas que possuem equilíbrio do estado nutricional em relação a micronutrientes, porém aqueles que possuem alguma deficiência  apresentam melhora do desempenho  quando a carência é sanada.

Os micronutrientes têm papel biológico essencial nos mecanismos de proteção antioxidante, sobretudo relacionados as membranas  celulares. Estudos nutricionais demonstram que atletas geralmente ingerem dietas com elevada concentração energética, porém não satisfatórias para recuperar as perdas de micronutrientes antioxidantes pela urina e pelo suor. Por isso esses nutrientes merecem atenção durante a orientação nutricional, pois podem reduzir os danos causados pelo estresse oxidativo sobre o desempenho e saúde dos atletas.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *