Sem categoria

Afinal o que são os QSPs?

qspQSP- significa quantidade suficiente para.

São excipientes, ingredientes inativos, substâncias destituídas de poder terapêutico, usadas para assegurar a estabilidade e as propriedades físico-químicas e organolépticas dos produtos farmacêuticos, que completam a massa ou volume especificado.

Os excipientes de medicamentos /suplementos para uso interno podem ser: conservantes, corantes, aromatizantes (flavorizantes), adoçantes (edulcorantes) espessantes, emulsificantes, estabilizantes ou antioxidantes. Eles mantêm os remédios livres de microrganismos e adequados ao consumo por mais tempo, além de torná-los palatáveis, favorecendo a adesão ao tratamento.

A indústria farmacêutica usa milhares de excipientes. Levantamento feito na Inglaterra encontrou 3.816 dessas substâncias numa amostra de 12.132 medicamentos. Graças aos excipientes, os remédios analisados apresentavam 710 cores, 896 sabores e 140 odores diferentes.

A maioria dos excipientes é utilizada em baixas concentrações, por isso as reações adversas são raras. Porém eles podem gerar efeitos indesejáveis por intolerância ou alergia – mecanismo imunológico que pode resultar em hipersensibilidade imediata ou tardia. Muitas vezes na prática clínica comumente essas reações são atribuídas, de forma equivocada, ao princípio ativo do medicamento/suplemento.

Essas substâncias devem ser inócuas nas quantidades adicionadas e não devem prejudicar a eficácia terapêutica do medicamento/suplemento.

A presença dos adjuvantes deve ser claramente indicada nos rótulos dos recipientes em que o produto é entregue para consumo.

Adoçantes (edulcorantes)

Medicamentos/suplementos líquidos e mastigáveis costumam ter sabor desagradável, e às vezes é necessário combinar vários adoçantes no mesmo produto para mascarar esse sabor. Os edulcorantes mais usados pela indústria farmacêutica são os substitutos artificiais da sacarose (sacarina sódica, ciclamato de sódio e aspartame).

Vantagem do uso desses qsp – tem baixo custo, não deixa gosto residual e podem agir como conservante e antioxidante, além de melhorar a viscosidade dos medicamentos/suplementos líquidos.

Desvantagens: a cristalização durante a estocagem do medicamento/suplemento – o que pode entupir a tampa do frasco – e a restrição ao uso por pacientes diabéticos.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail  nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.