Sem categoria

Melatonina: O Hormônio do Sono

sonoTambém chamada de N-acetil-5-metoxitriptamina, a melatonina consiste no principal sincronizador interno do ritmo biológico e é sintetizada pela glândula pineal, tendo sua origem a partir do triptofano. Esse aminoácido dá origem a serotonina, que é convertida em N-acetil-serotonina pela enzima N-acetiltransferase (NAT). Por fim, a N-acetil-serotonina se converte em melatonina.

A secreção desse hormônio ocorre exclusivamente à noite, cerca de duas horas antes do horário habitual de dormir, alcançando seus níveis plasmáticos máximos entre as três e quatro horas da manhã. Durante o dia, a enzima NAT é inibida em virtude da presença da luz, inibindo assim todo o processo de formação da melatonina. Assim, durante o inverno ocorre uma maior produção quando comparado com o verão.

Por ser o principal sincronizador interno, a melatonina regula a secreção de diversas substâncias no organismo, principalmente aqueles hormônios liberados durante o sono. Sua ação parece estar relacionada à indução da sonolência através da diminuição da temperatura corporal. A atuação se dá através da redução do período de latência para o adormecer, aumentando assim o número de ciclos do sono (principalmente do estágio REM), contribuindo para um sono restaurador, com consequente melhora do humor.  Contudo, alguns autores defendem a tese da melatonina ser o hormônio do escuro e não do sono, uma vez que tanto animais diurnos e noturnos apresentam o mesmo padrão de secreção. Porém, quando há secreção de melatonina em horários diferentes do fisiológico ou administra-se o hormônio durante o dia, ocorre um aumento da sonolência.

Dessa maneira, trabalhadores noturnos, pessoas que têm insônia ou sofrem algum tipo de perturbação do sono, que atravessam fusos horários rapidamente (Jet lag) ou passam por algum outro tipo de dessincronização do ritmo biológico, podem fazer o uso da melatonina. Essa administração deve ser realizada de maneira cautelosa, pois pode ocasionar uma dependência ou desregular a produção deste hormônio.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail  nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.