Sem categoria

O que comer antes de ir dormir?

comer_antes_dormirComer de três em três horas, ter uma alimentação equilibrada, evitar gorduras saturadas, comer muitas frutas e hortaliças…todas essas orientações são dadas diariamente por nutricionistas e estão inseridas cada vez mais na sociedade. Mas qual deve ser a alimentação antes de dormir? Será que devo me alimentar?

Sim, deve! A ceia é importante e faz parte das “famosas” seis refeições diárias. Durante o sono ocorre a secreção do cortisol, um hormônio altamente catabólico que irá utilizar gordura e proteína como fonte energética para manter o metabolismo noturno. Assim, caso você vá dormir sem se alimentar, estará perdendo massa muscular e consequentemente reduzindo sua taxa metabólica basal. E se você é praticante de musculação e está desejando aquela hipertrofia muscular, estará prejudicando o seu objetivo e perdendo um momento muito propício para melhorar os resultados. Mas o que devo ingerir?

O primeiro passo é evitar refeições ricas em carboidrato próximo ao sono, pois estas irão diminuir os níveis plasmáticos do hormônio do crescimento (GH). O GH é um hormônio anabólico e um dos momentos onde ocorre sua maior secreção é durante o sono. Tal hormônio aumenta a captação de aminoácidos e a síntese proteica pelas células e reduz a quebra das proteínas. Além disso, utiliza a gordura como combustível principal, preterindo a glicose. Portanto, a refeição ideal próxima ao sono é aquela rica em proteína e com pouco carboidrato.

Caso você deseje, alguns suplementos podem ser utilizados nesse momento. O primeiro é a caseína micelar, uma proteína de lenta absorção que favorece um fluxo constante de aminoácidos na corrente sanguínea, que servem de substrato para o GH e testosterona, estimulando a síntese proteica e minimizando a ação do cortisol, tendo uma ação anticatabólica. Outro suplemento que pode ser utilizado são os hiperproteicos, que são constituídos por proteínas de rápida absorção (whey protein), absorção intermediária (albumina) e lenta absorção (caseína). Por terem uma variedade de proteínas, favorecem diversas fases de liberação de aminoácidos na corrente sanguínea.

Deve ser lembrado que essa é apenas uma sugestão, pois a individualidade tem de ser respeitada. Para maiores informações e um melhor acompanhamento, procure um nutricionista.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail  nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.