Sem categoria

Cuidado com a ressaca!

ressacaPois é minha gente, o carnaval esta chegando e todo mundo fica ansioso pra juntar os amigos, customizar os abadás, correr atrás do trio e cair na folia! Porém tudo que lembra comemoração também lembra o consumo de álcool, e muitas pessoas abusam do uso desta substância durante as festas e acabam sentindo os efeitos deletérios da famosa “ressaca”, ou veisalgia (do norueguês kveis, “mal-estar após devassidão/libertinagem”, e do grego algia, “dor”),que parece ser a maneira que nosso organismo tem de nos lembrar sobre os perigos do consumo excessivo de álcool.

A ressaca sempre se associa à intoxicação aguda de álcool; inicia-se cerca de 6 a 8 horas após o consumo (período em que a concentração de álcool no sangue diminui e retorna a zero, em média) e pode durar até 24 horas. Ela é caracterizada por efeitos físicos e mentais adversos, com uma variedade de sintomas de “mal-estar”, sendo os mais comuns: dor de cabeça, náuseas, problemas de concentração, boca seca, tontura, desconforto gastrintestinal, cansaço, tremores, falta de apetite, sudorese, sonolência, ansiedade, e irritabilidade. No entanto, há uma variação muito grande desses sintomas (de pessoa para pessoa e de ocasião para ocasião), impossibilitando uma definição exata da ressaca.

Existem várias hipóteses para explicar o aparecimento e a gravidade da ressaca. Além da quantidade de álcool consumida, outros fatores relacionados ao consumo propriamente dito (intervalo de tempo do consumo ou o tipo de bebida) podem influenciar o aparecimento da ressaca.

Para se evitar a ressaca devem ser levadas em consideração algumas medidas, sendo a principal delas o controle da quantidade de álcool ingerida, o que impede aparecimento de qualquer sintoma, outras medidas seriam escolher uma bebida que tenha principalmente água e álcool, sem adição de muitos ingredientes, como a vodka e o gin, o que faz diminuir os sintomas da ressaca, comer antes de beber, pois o álcool é absorvido mais lentamente pelo organismo quando existe alimento no estomago, escolhendo comidas mais leves para não ter indigestão juntamente com a ressaca e por ultimo sempre procurar tomar um copo d’agua entre uma dose e outra, para combater os efeitos da desidratação do álcool.

Caso a ressaca já tenha sido instaurada o que se pode fazer é procurar se reidratar, com o uso de água, sucos e bebidas repositoras, fazer a ingestão de carboidratos de alto indicie glicêmico, como massas e mel, para combater a hipoglicemia, e evitar o uso de analgésicos ou ate a cafeína evitando maiores danos a mucosa estomacal.

Tendo o conhecimento de todos estes fatores e seguindo tudo isso a risca, pode ficar tranquilo que você vai poder curtir a vontade as alegrias do seu carnaval, sem ter que se preocupar com dores de cabeça no dia seguinte.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail  nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.