Sem categoria

Polivitamínicos: quando usá-los?

polivitaminicosOs polivitamínicos são suplementos que são compostos por vitaminas, e estas muitas vezes são associadas a minerais. De acordo com a legislação, devem conter um mínimo de 25% e no máximo 100% da Ingestão Diária Recomendada (RDI), não podendo substituir os alimentos.

As vitaminas e minerais não fornecem energia ao organismo e possuem o papel de regular reações metabólicas. Esses micronutrientes não podem ser sintetizados pelo nosso corpo (com exceção das vitaminas D, K e algumas do complexo B) tendo que ser obtidos através da alimentação, sendo frutas e hortaliças as principais fontes. Em algumas situações, como no caso de atletas, as necessidades desses nutrientes são maiores, principalmente dos antioxidantes devido a grande formação de radicais livres, e vitaminas do complexo B, em virtude da sua participação no metabolismo energético. Muitas vezes, os treinamentos desses atletas são extenuantes, o descanso é inadequado e a ingestão através da alimentação não é suficiente, comprometendo o seu sistema imune e expondo-os a infecções. Dessa forma, a maioria recorre ao uso de suplementos vitamínicos e minerais.

Muitas pessoas também utilizam esses suplementos com o intuito de atingir as necessidades recomendada dos micronutrientes. Mas será que é necessária essa ingestão? Em muitos casos, sim! Devido à baixa ingestão de fontes alimentares pela grande maioria das pessoas, o uso dos polivitamínicos consiste em uma alternativa para suprir a demanda exigida pelo corpo, melhorando assim todo o metabolismo. Já em casos de uma alimentação muito equilibrada, o uso desses suplementos pode ser dispensável. Vale ressaltar que o uso deve ser de forma cautelosa, pois uma alta ingestão pode levar a uma hipervitaminose.

Há um grande debate acerca do aproveitamento dos micronutrientes provenientes desses suplementos, em virtude das interações existentes. Essas interações acontecem entre os próprios micronutrientes e entre estes e os macronutrientes, podendo ser positivas ou negativas. Por exemplo, a lactose e a vitamina D aumentam biodisponibilidade de cálcio; vitamina C aumentando a absorção do ferro não-heme. Em contrapartida, existem algumas interações negativas como: o cálcio interferindo na absorção do ferro e zinco; proteína e fibra atrapalhando a absorção de cálcio; e a vitamina C diminuindo a biodisponibilidade de cobre. Apesar dessa competição, O uso dos suplementos vitamínicos e minerais auxilia bastante para uma ingestão adequada de micronutrientes.

Assim, os suplementos polivitamínicos consistem em uma excelente estratégia para a maioria da população, principalmente por aquelas pessoas que tem uma árdua rotina e acabam não se alimentando da maneira correta.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0