Sem categoria

Saúde óssea e exercício físico

saude_osseaExercício físico representa uma das formas de atividade física, planejada, sistemática e repetitiva, que tem por objetivo a manutenção, desenvolvimento ou recuperação de um ou mais componentes da aptidão física e provoca diversas alterações na homeostase corporal. Diversos estudos tem demonstrado a relação positiva entre o exercício físico e a saúde óssea. Alguns estudos relacionam os efeitos de diversas modalidades esportivas na densidade mineral óssea de atletas ou indivíduos fisicamente ativos.

O tecido ósseo é extremamente complexo, e sofre constantes modificações; caracteriza-se por ser muito rígido e bastante resistente. Os ossos se diferenciam conforme a quantidade de substância óssea e a sua arquitetura particular. Esse tecido é constantemente destruído e criado novamente e esse processo dinâmico recebe o nome de remodelagem óssea. A remodelagem está relacionada com os estresses e esforços impostos ao esqueleto pela gravidade e por outros fatores, sendo regulada por hormônios na circulação sistêmica, fatores de crescimento, citocinas e pela nutrição.

O osso necessita basicamente de alguns componentes fundamentais para manter seu equilíbrio e a perfeita manutenção de suas funções:

–     Hormônio da Paratireoide – aumenta a atividade osteoclástica (células responsáveis pela reabsorção e destruição do osso);

–     Calcitonina – atua sobre os osteoclastos, impedindo sua ação;

–     Fósforo – seu excesso na alimentação acarreta uma perda de massa óssea. O fósforo é considerado um “ladrão de cálcio” pois, solúvel em água, pode se ligar aos cátions do cálcio presentes em qualquer lugar do corpo onde a maior reserva de cálcio são os ossos;

–     Vitamina D – utilizada para ajudar a absorver o cálcio (feita por transporte ativo, onde a vitamina D é o principal fator);

–     Sol – transforma algumas substâncias e enzimas em vitamina D;

–     Cálcio – principal mineral que constitui o tecido ósseo.

O tecido ósseo tem a capacidade de responder ao exercício. Muitos estudos têm demonstrado os benefícios da atividade física na Densidade Mineral Óssea (DMO), já que as cargas impostas pelos exercícios aumentam a DMO independentemente do sexo e da idade dos indivíduos. O estímulo osteoblástico (formação de osso) ocasionado pelo treinamento físico acontece por aplicação de carga mecânica sob a estrutura esquelética, que ocorre principalmente no local onde o estresse mecânico foi aplicado.

As diversas modalidades esportivas tem a capacidade de provocar diferentes respostas do tecido ósseo. A intensidade da carga imposta pelas forças gravitacionais varia de acordo com o tipo de exercício realizado. Sendo assim, modalidades esportivas podem ser classificadas em modalidades de baixo, moderado, alto e sem impacto, de acordo com a força de reação do solo (FRS) relativa ao peso corporal (PC). Os exercícios com carga mecânica leve e moderada parecem não provocar adaptações significativas na deposição de minerais. Os exercícios de musculação tem uma maior capacidade de aumentar a densidade mineral óssea já que a contração do músculo gera tensão sobre o osso e quanto maior a força maior o stress sobre o osso.

No período da puberdade, o exercício físico intenso nem sempre traz benefícios para os adolescentes, particularmente com relação ao crescimento esquelético. O treinamento de força intenso em adolescentes parece acarretar decréscimo nos níveis de IGF-I, sugerindo que esse treinamento pode reduzir o crescimento e comprometer a estatura final. Existe também a possibilidade de ocorrer lesão na placa epifisária que antes do amadurecimento fisiológico, fica vulnerável a essa alteração. No sexo feminino uma das causas sugeridas para o processo de perda óssea durante a pratica de exercícios intensos é a diminuição da produção estrogênio visto que esse hormônio aumenta a atividade osteoblástica.

O exercício físico é um importante fator para melhora a saúde óssea. A determinação de quais modalidades esportivas estão mais relacionadas com a estimulação óssea pode ser um importante fator de prevenção e tratamento da osteopenia e osteoporose.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0