Sem categoria

Inositol e Glucoronolactona

inositolVocê pode até não saber o que são, mas com certeza já ingeriu essas substancias. Geralmente esses dois compostos são encontrados nas bebidas energéticas e apresentam funções interessantes no organismo.

O Inositol é um composto derivado do metabolismo da glicose e, na literatura científica, também é discutível ser uma vitamina. É encontrado e amplamente distribuído na dieta humana, tanto em fontes vegetais como animais. Está presente nas frutas, principalmente, as cítricas (exceto limão), lecitina de soja, grãos integrais, raízes, melão, levedo de cerveja, germén de trigo, passas, repolho e nas vísceras, como coração e fígado.

A D-Glucurono-γ-lactona, ou em química orgânica, D-glucurono-3,6-lactona ou simplesmente glucoronolactona é um metabolito natural de glicose podendo ser encontrado também no vinho tinto, cereais, maçãs e peras. Tal substancia está sendo rapidamente adotado no mundo dos suplementos esportivos, normalmente compondo os ingredientes de algum produto energético.

Em relação aos benefícios, o inositol tem como principal função neutralizar o colesterol, pois tem papel de auxiliar na quebra das gorduras no sangue, portanto, pode haver diminuição nos níveis de colesterolêmicos com o uso de inositol em associação a colina. Estas duas substâncias juntas podem impedir a aterosclerose, ou seja, o endurecimento das artérias. Além disso, age no funcionamento do sistema nervoso, nutrindo as células cerebrais e, desta forma, auxiliando a transmissão de impulsos nervosos, melhora da comunicação cerebral, memória e inteligência.

Parece também ter efeitos benéficos no fígado, exercendo função protetora sobre suas células, pois previne o acúmulo de gordura no fígado e, por este motivo, é bastante utilizado no tratamento de problemas hepáticos.

Um estudo realizado em praticantes de atividade física mostrou que a suplementação dietética de inositol exerce influência positiva no desempenho físico decorrente de seu papel como potente agente lipotrópico, ou seja, atua transformando a gordura em fonte de energia.

A glucuronolactona é conhecida por ter três funções:

– Desintoxicação, utilizada para conjugar toxinas, tornando-as mais hidrofílica ou solúvel em água permitindo a sua eficaz eliminação.

-Favorecer hormônios e outras substâncias livres através de desconjugação melhorando a sua utilização endógena.

-Participar como um cofator para a biossíntese de ácido L-ascórbico (Vitamina C) em animais.

Os autores afirmam que a administração de um a três gramas de glucoronolactona por dia não leva a qualquer problema de saúde a curto ou em longo prazo.

A Glucuronolactona é um composto fascinante além de segura a sua administração parece ter função hepatoprotetora. Uma via interessante é a depuração de metabólitos tóxicos e liberação de esteroides lipofílicos. A Glucuronolactona pode aumentar a biodisponibilidade de um hormônio administrado, aumentando assim o seu efeito direto.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

2 comentário

Edisneida Thomasi 17 de abril de 2018 at 11:52

Bom dia gostei dos informes principalmente sobre a glucoronolactona e gostaria de saber há quanto tempo há estudos sobre essa substância quanto aos benefícos desta sobre o SNC e em quais doenças especificamente ela auxilia. Desde já obrigada.

Responder
Lara Cerqueira 14 de maio de 2018 at 11:59

Olá, Edisneida.
Ficamos felizes em contribuir com informações pertinentes. Os estudos sobre glucoronolactona são antigos (década de 90) e não há relatos literários recentes, já o inositol tem muitos estudos no início de 2000 até hoje, geralmente direcionados para situações de resistência insulínica. Já sobre o SNC, pelo fato do inositol participar na comunicação sináptica, pode ser relacionado com inúmeras disfunções neuronais, mas existem relatos apenas sobre Desordem Bipolar.
Caso tenha interesse, podemos disponibilizar os artigos que foram utilizados para a confecção do texto.
Estamos a disposição!

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.