Sem categoria

KIC e exercício físico

fibraAminoácidos são as unidades básicas da composição de uma proteína. Em humanos saudáveis, nove aminoácidos são considerados essenciais, uma vez que não podem ser sintetizados endogenamente e, portanto, devem ser ingeridos por meio da dieta. Dentre os aminoácidos essenciais, se incluem os três aminoácidos de cadeia ramificada (ACR) seja leucina, valina e isoleucina.

Dentre estes aminoácidos, a leucina caracteriza-se como um aminoácido importante para o desempenho esportivo devido a sua capacidade de aumentar a síntese proteica. Existem também diversos metabolitos da leucina que apresentam funções interessantes no meio esportivo. Dentre esses metabolitos estão o HMB (beta-hidroxi-beta-metilbutirato), bastante utilizado para diminuir o catabolismo proteico evitando a perda de massa muscular, o HICA (ácido alfa-hidroxi-isocaproico), usado para aumentar a síntese de proteína promovendo um maior ganho muscular e o KIC (alfa-cetoisocaproato).

Alfa-cetoisocaproato (KIC) é um cetoácido proveniente do aminoácido leucina. Os cetoácidos de cadeia ramificada são muito similares aos aminoácidos de cadeia ramificada, a única diferença é a presença de um grupo ceto no lugar de um grupo amino.

Teoricamente, suplementar KIC pode melhorar o desempenho no exercício das seguintes formas 1) promover oferta total de energia muscular; 2) atenuando acumulação de amônia; 3)  reduzindo a lesão muscular induzida pelo exercício. O fígado é capaz de converter KIC para corpos cetonicos, aumentando assim o potencial fornecimento de energia durante o exercício. Além disso, KIC é prontamente aminado formando leucina. Isso ocorre via transferase de aminoácidos de cadeia ramificada utilizando NH3, em uma variedade de tecidos incluindo o musculo esquelético, o que pode vir a diminuir a fadiga e preservar a força muscular durante exercício intenso.

Alguns estudos mostraram beneficio da suplementação de KIC e HMB em diminuir os sinais e sintomas de exercícios que induziram o dano muscular. Alguns autores falam também da sua suplementação junto à arginina e glicina apresentarem melhora na resistência a fadiga e na força muscular em exercícios anaeróbios de alta intensidade.

Um estudo que avaliou a suplementação isolada de KIC no desempenho esportivo não observou melhora em nenhuma variável de desempenho, o autor comenta ainda que a eficácia da suplementação de KIC ainda é desconhecida e conclui que mais estudos são necessários para avaliar o seu beneficio no desempenho esportivo.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.