Sem categoria

Celulite: como a nutrição pode intervir?

celuliteA celulite é um problema que acomete cerca de 80 a 90% das mulheres. Esta condição não é considerada uma doença, entretanto pode causar um grande incômodo de ordem estética e psicossocial, afetando a autoestima e a qualidade de vida.

As causas da celulite ainda não estão totalmente claras, mas sabe-se que vários fatores predispõe seu surgimento: fatores genéticos, emocionais, metabólicos e hormonais, além de idade, sexo, obesidade e hábitos de vida como fumo, sedentarismo e alimentação inadequada. A celulite é caracterizada por alterações no tecido de suporte da pele (tecido conjuntivo), na microcirculação, envolvendo compressão dos sistemas venoso e linfático e possivelmente está relacionada às peculiaridades do tecido subcutâneo no sexo feminino. O uso de contraceptivos, disfunções hormonais e gravidez estariam ligados a essa alteração. Como a distribuição da celulite na mulher segue o mesmo padrão que o depósito de gordura, pode haver uma forte ligação entre esses aspectos. Esta condição não é específica para mulheres com sobrepeso ou obesidade, podendo ocorrer também em pessoas magras, porém o aumento da gordura corporal vai agravar o quadro.

Ainda não existe tratamento totalmente eficaz para a celulite, entretanto pode-se amenizar e prevenir o quadro através de uma alimentação saudável, prática de atividade física, cuidados dermatológicos e estéticos. A nutrição estética surge como um novo campo no cenário da saúde, com um cuidado nutricional voltado não apenas aos requisitos dietéticos fundamentais aplicados à prevenção e/ou ao tratamento de doenças crônicas não transmissíveis, mas também com o objetivo de atender as necessidades estéticas dos pacientes.

O tratamento dietético tem como objetivo a redução ou manutenção do peso, uma vez que o excesso de peso está correlacionado com o aparecimento de celulites. Além disso, a regulação do trânsito intestinal e a diminuição da retenção hídrica minimizam seu aparecimento. Na dieta deve-se preferir o consumo de carboidratos complexos, ou seja, cerais integrais, raízes e tubérculos, pois estes não geram um pico de insulina, uma vez que este hormônio é possivelmente o fator hormonal mais importante para desencadear a síntese de gordura nas células. A ingestão excessiva de alimentos fontes de gorduras, principalmente as saturadas, favorece seu armazenamento na forma de triglicerídeos no tecido adiposo, aumentando assim, o depósito no tecido subcutâneo, também relacionado ao desenvolvimento da celulite, portanto deve ser evitada.

Uma alternativa interessante é a suplementação com Ômega-3, um ácido graxo poli-insaturado que possui propriedades anti-inflamatórias, inibe a síntese hepática de triglicerídeos, aumenta o gasto de gordura gerando calor (termogênese) diminuindo a deposição de gordura corporal e também é capaz de induzir genes de proteínas envolvidas na oxidação de gordura e reduzem a transcrição dos genes envolvidos na síntese lipídica. O ácido linoleico conjugado (CLA) também tem se mostrado eficaz em reduzir a massa de gordura corporal com um aumento correspondente na massa corporal magra.

Apesar de não ser testados quanto aos seus efeitos sobre a celulite, extratos de chá verde tem ganhado interesse crescente para o tratamento da obesidade através de sua ação na inibição de lipases gástricas e aumento da termogênese. O consumo adequado de micronutrientes também é fundamental no tratamento dietético para a celulite. Destacam-se o potássio, importante por atuar na regulação e equilíbrio dos líquidos corporais, o ferro, por favorecer a oxigenação do sangue e o zinco, por participar como cofator em processos de cicatrização e reprodução celular. O silício é um oligoelemento com papel estabilizador do tecido conjuntivo, protegendo assim a sua funcionalidade.

Para resultados mais eficazes é preciso associar uma ingestão dietética balanceada a prática exercício físico e a utilização de produtos tópicos. Para isso, é de suma importância o acompanhamento com um nutricionista, pois ele saberá em cada situação qual a melhor intervenção para o tratamento da celulite.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.