Sem categoria

Whey Protein e Emagrecimento

wheyA obesidade está crescendo em todo mundo, sendo considerada uma epidemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Aproximadamente 300 milhões de pessoas são obesas e 1 bilhão estão com sobrepeso. O aumento de gordura corporal, principalmente na região abdominal, aumenta o risco de desenvolver algumas doenças como hipertensão arterial, diabetes e dislipidemia. Em virtude de todo esse prejuízo a saúde e aos dados alarmantes, diversas estratégias estão sendo feitas com o intuito de reduzir prevalência dessa doença.

Entre essas estratégias, a intervenção nutricional tem se tornado cada vez mais importante. Além da restrição energética, uma dieta hiperproteica tem sido adotada para quem busca um emagrecimento saudável. Alguns benefícios são obtidos ao seguir esse tipo de dieta. Em primeiro lugar, nosso organismo gasta mais energia para metabolizar a proteína em relação aos outros macronutrientes, aumentando assim a temperatura corporal. Outro ponto positivo é que essas dietas provocam uma maior saciedade, evitando grandes volumes de refeição e as famosas “beliscadas”. Além disso, uma dieta hipocalórica e hiperproteica contribui para um balanço nitrogenado positivo devido a alta ingestão proteica e aumento de massa muscular, com consequente aumento da taxa metabólica basal. Ou seja, seu corpo estará com um metabolismo mais acelerado, o que ajudará muito em todo esse processo.

Entretanto, essas dietas não tem dado muito resultado a longo prazo, principalmente após de seis meses. Nesse caso, o que ocorre na maioria das vezes é uma perda de peso muito rápida e significativa no começo da intervenção, e depois devido à adaptação do corpo, a redução da gordura corporal acontece de forma mais lenta ou estabiliza. Alguns autores relatam que a fonte proteica poderia interferir no resultado final e a suplementação das proteínas do soro do leite (whey protein) tem sido sugerida para esse propósito.

A whey protein é muito conhecida no mundo da nutrição esportiva em virtude da sua suplementação para aquelas pessoas que buscam um aumento de massa muscular. Todo esse sucesso se deve principalmente a sua velocidade de absorção, perfil de aminoácidos bem semelhante à musculatura esquelética e alto teor de aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) na sua composição, em especial a leucina, aminoácido que tem um papel importantíssimo na síntese proteica.

Apesar de ser muito utilizada para aqueles que desejam a hipertrofia muscular, o que muitos não sabem é que a whey protein pode ser utilizada no processo de emagrecimento. Além dos benefícios já mencionados a respeito de uma dieta rica em proteína, a whey protein possui outro benefício, é rica em cálcio! Diversos estudos vêm mostrando a relação entre maior consumo de cálcio lácteo e emagrecimento. Uma explicação bem provável é que o aumento do cálcio da dieta reduz as concentrações dos hormônios calcitrópicos. Em altas concentrações, esses hormônios favorecem a síntese de gordura. Além disso, a ingestão de whey protein pode está relacionada a um aumento de hormônios inibidores do apetite: colecistoquinina (CCK) e peptídeo similar ao glucagon (GLP-1), aumentando assim a saciedade.

Assim, a suplementação de whey protein consiste em uma boa alternativa para quem almeja uma perda de gordura corporal. Vale ressaltar que a prática de exercício físico contribui bastante para melhores resultados. Por isso, procure a orientação de um nutricionista assim como de um educador físico.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.