Sem categoria

DMAA: A substância que já era proibida, agora está completamente banida do território nacional

dmaaA 1,3 dimethyamylamine (DMAA) é uma substância muito usada como droga recreativa na Europa e Nova Zelândia, e está presente como ingrediente em mais de 200 suplementos esportivos – principalmente termogênicos e pré-treinos. Para que a DMAA pudesse ser legalmente vendida como um suplemento dietético, ela deveria ser uma substância encontrada naturalmente na natureza. Surpreendentemente, a evidência que dá suporte a venda do DMAA em suplementos vem de um único estudo. Neste estudo, o óleo de gerânio (extraído das folhas frescas e hastes da planta Pelargonium graveolens) mostrou conter pequenas doses de DMAA, no entanto, os pesquisadores não descreveram exatamente a metodologia utilizada por eles para explicar como chegaram a tal conclusão. Desde a publicação deste estudo, diversas pesquisas feitas posteriormente foram incapazes de confirmar esses achados. Por isso, aparentemente não existe evidência científica credível que a DMAA é capturada como um isolado de uma planta.

Suplementos contendo DMAA têm sido implicados como agentes contribuintes potenciais em vários efeitos adversos, incluindo dor de cabeça, náuseas, ataques de pânico, convulsões, cardiomiopatia induzida pelo estresse e 2 mortes. Seu uso como droga recreativa tem sido implicado em pelo menos 1 acidente vascular cerebral hemorrágico. A causalidade ainda deve ser provada, mas esses efeitos adversos são consistentes com as ações farmacológicas conhecidas da DMAA. Estudos experimentais tem mostrado que suplementos com essa substância aumentam a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos, e os efeitos adversos supracitados podem ocorrer mesmo em indivíduos saudáveis.

Pelos motivos acima descritos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) já considerava a DMAA como proibida, e por isso, produtos contendo essa substância não tinham a venda liberada no país. Porém, a partir deste mês a ANVISA proibiu também a importação de suplementos alimentares que a contenham. Logo, produtos como Jack3D, OxyElite Pro e Lipo-6 Black – amplamente difundidos nas academias brasileiras já há algum tempo – não podem mais ser comprados nem dentro, nem fora do país, mesmo que seja para consumo próprio. O comércio e/ou aquisição desses produtos é ilegal, e portanto, considerado um crime.

Estes suplementos alimentares, considerados os termogênicos (OxyElite Pro e Lipo-6 Black) e pré treino (Jack3D) da moda, não são os únicos a exercerem essa função e nem os melhores em suas categorias. Por isso, pessoal, que tal procurar uma ajuda qualificada (nutricionista) ou até mesmo pesquisar um pouco mais antes de comprar um suplemento recomendado pelo colega da academia? Não desmerecendo a opinião de ninguém, mas podemos ver pelo início desse texto que o preço a se pagar por uma recomendação errônea pode ser alto, e portanto, uma orientação especializada sempre é a melhor saída!

A gama de termogênicos e pré treinos nacionais e importados existentes no mercado brasileiro é enorme, e com certeza existe um que supre os seus objetivos sem afetar negativamente a sua saúde. Não corra riscos desnecessários. Procure um profissional da Nutrição antes de iniciar o uso de suplementos alimentares e compre sempre em lojas que vendam apenas produtos autorizados pela ANVISA.

 

Saiba mais sobre Termogênicos.

Saiba mais sobre Pré-treinos.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.