Sem categoria

Diminuição de gordura corporal e aumento de massa muscular: apenas uma questão de estética?

envelhecerEstima-se que, após os 25 anos de idade, haja uma perda de massa muscular de 1% ao ano, em média, e um crescente aumento no percentual de tecido adiposo (gordura). São mudanças fisiológicas, onde os processos naturais de envelhecimento vão acontecendo gradualmente. Inicialmente, parecem imperceptíveis, mas com o passar dos anos essas mudanças vão se acentuando.

É muito comum encontrarmos pessoas insatisfeitas com o próprio corpo buscando soluções para conseguir diminuir a quantidade de gordura corporal e aumentar o tecido muscular. Isso acontece, principalmente, por uma questão de estética, já que os corpos torneados e livres de gordura são o estereótipo idealizado pela maioria da população.

No entanto, existe um questionamento a se fazer: “será que essa busca gira em torno, apenas, de um aspecto estético?”. Na verdade, NÃO. Existem bons motivos para se acreditar que o excesso de gordura corporal não é benéfico para a saúde das pessoas.

No organismo, o tecido adiposo comporta-se como um órgão endócrino, ou seja, ele atua produzindo e secretando substâncias que exercem algumas funções indesejadas, como: o aumento na resistência a insulina favorecendo o aparecimento do diabetes mellitus tipo 2; a hipertensão arterial; além de deixar o organismo mais predisposto a dislipidemias que é o aumento do colesterol total, com o aumento no colesterol ”ruim” (LDL), a diminuição do colesterol ”bom” (HDL) e aumento nos níveis de triglicerídeos sanguíneos, predispondo a doenças cardiovasculares.

Além de todas essas consequências, vale ressaltar que o tecido adiposo é metabolicamente menos ativo do que o tecido muscular, ou seja, pessoas que tem porcentagem de gordura aumentada e déficit de massa muscular ficam mais propensas a ganhar peso, visto que o metabolismo dessas pessoas vai se comportar de forma mais lenta.

Entretanto, existem maneiras de retardar essas mudanças e ter uma qualidade de vida melhor no que diz respeito a saúde e bem estar. Em pessoas que levam uma vida sedentária e com uma alimentação rica em gordura saturada, doces e produtos industrializados, essa alteração na composição corporal é mais brusca. No entanto, muitas pessoas conseguem adiar esse processo através de uma boa alimentação e com a prática de atividade física regular.

No mercado, existem diversos produtos com a proposta de diminuir a gordura corporal e aumentar a massa magra, e um dos que vem se destacando é o Óleo do Cártamo. Este produto é extraído das sementes do cártamo (Carthamus tinctorius L.), uma planta rústica e resistente a climas secos, e tem ganhado cada vez mais espaço na mídia, principalmente, pelo aumento do interesse das pessoas por substâncias com potencial emagrecedor.

Em estudos feitos com humanos foi comprovado que o Óleo do Cártamo tem um potencial redutor de gordura corporal, principalmente, na região abdominal diminuindo assim a circunferência da cintura.

Existem inúmeras estratégias para melhorar a composição corporal. O início de tudo é a mudança de hábitos alimentares inadequados e a aquisição de costumes mais saudáveis com uma alimentação completa e bem equilibrada. A suplementação de nutrientes, quando feita de maneira responsável e correta é um bom artifício para alcançar seus objetivos.

Portanto, procure um nutricionista, ele é o profissional mais indicado para fazer sua avaliação nutricional e orientá-lo em relação a mudanças de hábitos alimentares que serão refletidas em sua composição corporal e, principalmente, na qualidade de vida.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

2 comentário

Ricardo 12 de junho de 2016 at 01:46

Boa dica.

Responder
Lara Cerqueira 14 de junho de 2016 at 14:21

Olá, Ricardo.
A equipe agradece o interesse.
Continue acompanhando nossas postagens, esperamos que sejam relevantes!

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.