Sem categoria

Whey Protein e Aminogen ®: quais os benefícios?

whey_aminogemO consumo de proteína tornou-se bastante popular entre atletas e pessoas que tem o objetivo do aumento e/ou manutenção da massa muscular. Existem algumas “Whey Proteins” que são comercializadas acrescidas de complexos enzimáticos. O Aminogen ® é uma mistura patenteada de proteases digestivas Aspergillus niger e Aspergillus oryzae, que tem sido comercializada com o intuito de aumentar a velocidade de absorção da “Whey Protein”. Sabe-se que quanto maior a velocidade de absorção da proteína, mais rápida será a sua ação para o estímulo a hipertrofia.

A “Whey Protein” é um suplemento proteico extraído do soro do leite, é ingerida na forma líquida e é caracterizada por ser rapidamente e facilmente digerida. A digestão dessas proteínas pode ser comprometida pelo processamento industrial, como por exemplo, o spray-drying (secagem por pulverização) e a microfiltração pressurizada. Essas técnicas podem inibir a atividade de enzimas digestivas devido ao excesso de processamento.

Algumas “Whey Proteins” recomendam uma porção de 50 g do produto no pós-treino, no entanto, vários fatores podem limitar a digestão e absorção da proteína, a este nível de consumo.  O efeito combinado do processamento e da ingestão aumentada pode contribuir para a digestão incompleta. Isso poderia reduzir alguns dos efeitos terapêuticos positivos de uma dieta rica em proteínas, incluindo aumento de massa muscular magra, retenção de nitrogênio e efeitos cardiovasculares benéficos. A adição de enzimas proteolíticas nas suplementos podem aumentar o grau de hidrólise e a solubilidade aumentando a digestibilidade das mesmas após ingeridas.

Foi o que mostrou um estudo realizado em 2008 com homens saudáveis e praticantes de atividade física. Os autores desse estudo provaram que a adição de uma mistura de proteases digestivas (Aminogen ®) aumentou a taxa de absorção da “Whey Protein” medida através da concentração gradativa de aminoácidos no soro sanguíneo, além disso, houve uma diminuição de marcadores inflamatórios, como a proteína C reativa, em relação ao grupo que recebeu a suplementação de “Whey Protein” concentrada sem o complexo enzimático. Esse resultado sugere que as “Whey Protein” adicionadas de complexos enzimáticos (proteases) podem ser mais eficientes por conta da maior velocidade de absorção.

Portanto, para aumentar o aproveitamento e a digestibilidade da “Whey Protein” o uso de proteases pode ser uma boa opção, além disso, a quantidade ingerida por vez (dose) também vai interferir nesse processo. Recomenda-se que seja ingerido no máximo 30g do produto no pós-treino. Essa dose vai equivaler a mais de 20g de proteína (uma média que varia de acordo com fabricante) o que é um valor ideal para o pós-treino.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.