Sem categoria

Semente de chia e emagrecimento

ChiaA semente de chia, proveniente da planta Salvia hispânica, é um alimento com importantes propriedades funcionais, foi descoberta em terras colombianas e mexicanas e durante séculos fez parte da alimentação dos povos do sudoeste da América, inclusive das civilizações Maia e Asteca.

Constitui uma boa fonte de vitaminas do complexo B, cálcio, zinco, magnésio, cobre, ferro, potássio e possui cerca de 19 a 23% de proteínas, que contém uma quantidade interessante de aminoácidos essenciais.

O conteúdo de lipídeos na semente de chia varia entre 32 a 39% e desses, cerca e 60 a 63% é composto por acido alfa-linolênico, um ácido graxo pertencente à família do ômega-3. O ácido alfa-linolênico é considerado um ácido graxo essencial, pois o nosso corpo não consegue produzi-lo, assim deve ser obtido através da dieta. Os ácidos graxos essenciais tem a propriedade de reduzir o nível de colesterol e de lipoproteínas de baixa densidade (LDL) no sangue, pois inibem a síntese de triglicerídeos no fígado. O aumento da ingestão de ômega-3 pode reduzir os níveis de triglicerídeos séricos mais do que as outras fontes de gorduras insaturadas. Além disso, o ômega-3 possui propriedades anti-inflamatórias e sabe-se que a inflamação em demasiado (comum em indivíduos com sobrepeso e obesidade) pode promover a coagulação sanguínea anormal e contribuir para a lipogênese. Por conta de dessas funções, as fontes de ômega-3 como a chia podem auxiliar no emagrecimento e consequentemente na prevenção de doenças vasculares, hipertensão, diabetes mellitus e síndrome metabólica.

A semente de chia também é rica em antioxidantes, substâncias que combatem os radicais livres. O excesso de radicais livres no corpo favorece o envelhecimento das células, o que culmina em disfunção cerebral, queda no sistema imunológico e o surgimento de enfermidades como doenças cardiovasculares e câncer. A composição em antioxidantes da chia também é importante para manter estabilidade dos ácidos graxos ômega-3 que são muito sensíveis a oxidação, com isso, há uma conservação do produto por mais tempo.

Outra propriedade importante é seu alto teor de fibras solúveis e insolúveis, as fibras insolúveis retêm compostos tóxicos que podem ser ingeridos juntamente com a alimentação e também diminuem a absorção de colesterol, podendo auxiliar na redução dos seus níveis sanguíneos. As fibras solúveis formam um gel no estômago que retarda a digestão e absorção de carboidratos, não levando a picos insulinêmicos (que podem favorecer a lipogênese) e constituindo uma ferramenta importante para controlar a glicemia. Por aumentar o tempo para a digestão também podem promover a saciedade mais rapidamente e por mais tempo, diminuindo dessa forma a ingestão alimentar.

Apesar de possuir todas essas propriedades, existem alguns estudos que não mostram eficácia da utilização isolada da semente de chia para o emagrecimento em indivíduos com sobrepeso, mostrando que não existe uma “fórmula milagrosa” para a perda de peso. Assim, é possível concluir que a utilização de semente de chia pode ser uma importante ferramenta para auxiliar no emagrecimento, diminuição dos níveis de colesterol e prevenção de doenças crônicas desde que acompanhada a uma dieta equilibrada e da prática de exercícios físicos.

O consumo da semente de chia pode ser acompanhado com frutas, sanduíches, vitaminas ou em receitas de bolos, pães, patês, entre outros.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.