Sem categoria

Limiar Anaeróbico: como utilizá-lo para a redução de gordura corporal?

limiarPoucos conceitos no campo da ciência do exercício têm gerado tanto debate quanto o de limiar anaeróbico. Uma razão para a polêmica é a falta de consenso para a definição de limiar anaeróbico e a persistente e inadequada utilização do termo. Os esforços para descrever com precisão um limite e intensidade no exercício resultaram em uma grande quantidade de dados científicos.

Mas, afinal “O que é o limiar anaeróbico”? O limiar anaeróbio é definido como a mais alta intensidade de exercício sustentado por um consumo de oxigênio o qual pode explicar inteiramente a necessidade de energia.  No limiar anaeróbico, a taxa de lactato que aparece no sangue será igual à taxa de seu desaparecimento. Alguns autores chamam essa situação de “estado estável” ou “ritmo estável”, onde o hidrogênio oxidado (a lactato) é removido no mesmo ritmo que se torna disponível. Em outras palavras, o termo “limiar anaeróbico” é definido como uma intensidade de exercício acima do qual a medição de consumo de oxigênio não pode ser responsável por toda a energia necessária porque acima deste limiar há uma contribuição líquida de energia associado ao acúmulo de lactato, ou seja, a glicólise anaeróbica.

Esses testes, normalmente, são utilizados em atletas, no entanto, o seu valor pode ser muito relevante para a população clínica e para aqueles “guerreiros de fim de semana” que lutam na perda de gordura corporal. Recentemente tem se dado uma maior atenção em relação “a otimização da intensidade do exercício” para garantir respostas adequadas na utilização dos lipídios para a geração de energia. Aquela velha crença amplamente difundida de “no pain, no gain”, ou seja, “sem dor, nada se consegue” revelou-se bastante insatisfatória para muitos praticantes de atividade física em termos de obtenção de resultados. Isso acontece, principalmente, porque o exercício acima do limiar anaeróbico não vai contribuir eficientemente para a redução de gordura corporal, além de aumentar o acúmulo de lactato favorecendo a fadiga e a diminuição da performance no exercício.

Muitas pessoas falham para alcançar seus objetivos simplesmente porque exercem trabalhos muito intensos em momentos errados. Portanto, para se obter resultados satisfatórios há a necessidade de um marcador de intensidade de exercício. Nesse caso, o limiar anaeróbio, em conjunto com um exercício medido com precisão pode ser a solução.

Connolly (2012) define o limiar anaeróbico em linguagem mais simples como sendo “esse limite (ou intensidade do exercício) acima do qual os carboidratos fornecem mais energia do que as gorduras para a carga de trabalho atual”.

Portanto, em relação a otimização do metabolismo lipídico os exercícios de baixa intensidade parecem ser mais benéficos. Mas, atenção!!! O limiar anaeróbico trata-se de uma medida individual que pode ser aprimorada com o treinamento. Procure informação de um educador físico e alcance seus objetivos de uma maneira mais eficiente.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.