Sem categoria

Pólen de abelha e nutrição

 

Polen AbelhaO pólen representa a parte masculina das plantas e constitui a principal fonte de alimento sólido para muitos insetos, especialmente para as abelhas. O pólen apícola é definido como resultado da aglutinação do pólen das flores, realizado por abelhas operárias, por meio do néctar e compostos salivares. Os grãos podem variar em características como forma, tamanho, cor e características morfológicas e por isso, podem ser utilizados na prática para identificar o gênero das plantas.

Tem sido utilizado há muitos séculos na nutrição humana como uma fonte alimentar tida por muitos povos como “alimento vital” para a saúde por possuir em sua composição quantidade relativamente boa de proteínas e algumas vitaminas e sais minerais.

Os principais compostos biologicamente ativos do pólen são os flavonoides e os fitoesterois. Os flavonoides possuem diversas propriedades biológicas, tais como antioxidantes, anticancerígenas, anti-inflamatórias, anti-aterosclerose, cardioprotetoras e na melhoria da função endotelial. Eles também podem oferecer proteção indireta, ativando sistemas de defesa endógenos e por modulação de diferentes processos fisiológicos. Outro grupo de compostos contidos no pólen, os fitoesterois são eficazes em baixar os níveis sanguíneos de colesterol através da inibição parcial da absorção de colesterol no intestino. Outros benefícios atribuídos aos fitoesterois são possíveis efeitos antiestrogênicos, bem como estimulante imunológico e atividades anti-inflamatórios realizadas principalmente pelo beta-sitosterol. Outras pesquisas apontam que esses compostos podem ter efeitos benéficos particularmente contra o desenvolvimento de diferentes tipos de cânceres, como o da mama, colorretal e de próstata. O uso mais importante neste sentido é no tratamento profilático e atividade curativa em distúrbios da próstata, muito relacionados à função da quercetina, um dos principais flavonoides presentes no pólen de abelha.

Outra atividade interessante do pólen é sua capacidade antibiótica, que já foi demonstrada contra Staphylococcus aureus, Bacillus subtilis, Pseudomonas aeruginosa e Klebsiella sp., além de espécies patógenas para as plantas

O pólen também já foi utilizado por atletas no passado e até os dias atuais encontra-se presente em alguns suplementos esportivos com a justificativa de auxiliar para a melhora no desempenho, uma vez que supostamente a suplementação com pólen aumentaria a produção de glóbulos vermelhos, melhorando assim o transporte de oxigênio. Porém, os estudos que avaliaram a utilização do pólen de abelha por atletas mostraram pouco ou nenhum efeito significante.

A utilização do pólen de abelha pode ser feita em associação a uma alimentação equilibrada, verificando sempre a presença de alergias, comum em muitos indivíduos.

 

 

Quetsia Quetsia Santiago faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UFBA.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail     nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção.

 

2 comentário

Gilvan 8 de novembro de 2016 at 21:39

Bom

Responder
VITORIA MELO 30 de novembro de 2016 at 10:45

Olá Gilvan, obrigada pelo contato, ficamos felizes com o retorno.

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.