Sem categoria

Melhoradores de cognição

melhoradores foco
 
O campo da medicina natural tem descoberto diversos benefícios dos suplementos nutricionais à base de ervas. Estes suplementos dão suporte a inúmeras necessidades do organismo. Existem substâncias capazes de reforçar o sistema imunológico, o sistema cardiovascular, tratamento de alergias, corrigir distúrbios articulares e esqueléticos, dentre outros. Muitas pessoas procuram a ajuda desses compostos, mas poucos conhecem a capacidade deles melhorarem o desempenho mental, melhorar a memória, aumentar a vigilância e melhorar a inteligência.
 
Melhoradores de cognição são medicamentos e suplementos naturais que são usados para melhorar a função de várias capacidades cognitivas humanas, tais como memória, inteligência, motivação, atenção e concentração. Às vezes referido como nootrópicos, ou drogas inteligentes, os intensificadores da cognição podem ser utilizados para combater condições de saúde que interferem no processo de aprendizagem, controle motor e a manutenção de um estado emocional saudável. 
 
Função cerebral é dependente de muitos processos básicos, tais como o uso de ATP como energia, a remoção de resíduos e o consumo de substâncias necessárias ao metabolismo cerebral. Melhorar o fluxo sanguíneo ou dar suporte a esses processos pode beneficiar o funcionamento cerebral.
Algumas substâncias são utilizadas com esse objetivo e alguns estudos mostram bons resultados com o seu uso. Dentre elas existem o Gingko biloba, a Vimpocetina e o Picamilon.
 
 O Gingko biloba é uma árvore antiga que tem sido utilizado como alimento e para fins medicinais na China e no extremo Oriente há milênios. Vários mecanismos têm sido atribuídos aos efeitos potencializadores da cognição com o uso de Ginkgo biloba, como a melhoria do fluxo de sanguíneo cerebral, proteção antioxidante e efeitos diretos sobre sistemas de neurotransmissores.
 
A Vinpocetina é produzida a partir do alcaloide vincamina, extraído da folha da planta pervinca e pode dar suporte à saúde mental através do estimulo a vasodilatação cerebral, aumentando a tolerância do tecido cerebral a episódios de diminuição na oxigenação e falta de sangue cerebral e sua atividade anticonvulsivante.
 
O Picamilom é formado pela combinação entre o neurotransmissor GABA e a vitamina B3 (niacina). Foi desenvolvido pela União soviética em 1969 pela a All-Union Scientific Research Institute. O picamilon é capaz de atravessar a barreira hematoencefálica e, em seguida, ser hidrolisado em GABA e niacina. O gaba liberado iria ativar receptores, produzindo uma resposta ansiolítica. A niacina atua como um potente vasodilatador, melhorando a circulação cerebral. Picamilon caracteriza-se por um efeito tranquilizante, sem um componente sedativo, mas com elementos de ação estimulante.
 
Diversos estudos têm mostrado que a suplementação dessas substâncias pode melhorar a capacidade do cérebro de processar memória e atenção, sugerindo seu uso para situações reais como provas e exames.

LuanLuan Lisboa faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ele é graduando em Nutrição pela UNIME.

 

 

 Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail  nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção.

 

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.