Sem categoria

Nutrição e Libido

libidoMuitas dúvidas existem em relação à influência que a alimentação pode exercer sobre a libido. Será que seria um estímulo apenas psicológico? A libido ou desejo sexual vincula-se a aspectos psicológicos e emocionais, e poderia tornar mais intenso o orgasmo, entendido como o ápice de prazer no momento do ato sexual. Alimentos como amendoim, chocolate e lambreta são, de acordo com o dito popular, estimulantes do prazer, mas o que a há de comprovado cientificamente?

O ZMA (Zinco Monometionina Aspartato) é um combinado dos minerais Zinco, Magnésio e a Piridoxina (B6). A combinação destes otimiza a produção endógena de testosterona, o que acarretaria em aumento da libido e consequente maior intensidade no prazer.

Outra possibilidade seria o uso de suplementos vasodilatadores pelos homens. Tais suplementos podem promover uma melhor vasodilatação inclusive dos vasos aferentes que levam sangue ao corpo cavernoso peniano, sendo essa chegada de sangue responsável pela ereção masculina.

O uso se substâncias com propriedades estimulantes pode ajudar ou não, porém, o mais importante para o alcance do máximo prazer em uma relação sexual é o bem-estar e o conforto consigo mesmo, afinal o psicológico contribui muito para o desempenho na cama, por isso, cuide do seu corpo e da sua mente.


 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.