Sem categoria

Carotenoides e coloração da pele

carotenoidesA pele é o maior órgão do corpo humano, é quem protege o organismo do ambiente externo, está relacionada com a regulação da temperatura e homeostasia corporais, assumindo ainda funções sensoriais, imunológicas e bioquímicas. É um órgão bastante sensível a qualidade nutricional refletindo muitas vezes deficiências nutricionais ou excessos. Acredita-se que a nutrição exerça importante função para satisfazer as necessidades da pele, fornecendo-lhe micronutrientes e outros compostos, importantes para a sua integridade e atividade.

A nutrição estética tem investigado intervenções que possam melhorar o aspecto da pele como, por exemplo, a redução de rugas, diminuição de marcas de expressão e controle de danos provocados pelos raios ultravioletas. Além disso, nessa época do ano (verão), há maior interesse por uma pele bronzeada que expresse saúde e bem estar. Para isso, a suplementação com betacaroteno tem sido investigada no sentido de proteger a pele contra os efeitos nocivos da exposição aos raios UV e conferir a pele uma coloração mais saudável.

Os carotenoides são compostos que tem ação antioxidante e, portanto, tem a capacidade de evitar que espécies reativas de oxigénio e radicais livres, lesionem membranas celulares, lipídios ou o próprio DNA.

Stephen e colaboradores em 2011 verificaram experimentalmente que há uma percepção de salubridade da pele quando há maior deposição de carotenoides, além disso, eles verificaram que pessoas com maior consumo dietético de frutas e verduras, sobretudo fontes de betacaroteno tem tendência à modificação na coloração da pele conferindo-lhes um aspecto amarelo-alaranjado que é bastante aceito pela população. Ainda nesse estudo, houve a suplementação diária com 15mg de betacaroteno onde se pôde observar esse mesmo efeito. Existe uma hipótese de que a suplementação de betacaroteno aumentaria a produção de melanina e essa seria a explicação para essa mudança na coloração. Esse estudo prova através da análise por espectrofotometria que o maior consumo de frutas e verduras e fontes de betacaroteno aumentam a deposição de carotenoides na pele e não o aumento na produção de melanina. Essa seria a explicação para o efeito bronzeado após a suplementação com carotenoides.

 

Luana Luana Vilas Bôas faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UFBA.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.