UCPs

ucpUCPs são proteínas presentes na membrana interna da mitocôndria, organela onde ocorrem as reações de geração de energia-ATP. Essas proteínas regulam a produção de ATP, pois, são transportadoras de prótons e dissipam energia em forma de calor. Por conta disso atuam na regulação da termogênese corporal. Porém a função dessas pequenas estruturas não se limita à regulação da temperatura. Isso ocorre porque existe até o momento uma variação dessas proteínas transportadoras que são UCP-1, UCP2 e UCP-3.

A UCP-1 está presente principalmente no tecido adiposo marrom, que é mais prevalente em neonatos e pequenos mamíferos e tem sua função bem definida que é regular a termogênese quando o corpo estiver em exposição a baixas temperaturas.

A UCP-2 está expressa principalmente no tecido adiposo branco e a UCP-3 no músculo esquelético e no coração. Essas duas ainda não têm suas funções bem definidas, segundo Boshini & Júnior (2005) parecem estar evolvidas em: (1) controle da termogênese adaptativa em resposta ao frio e à dieta; (2) controle da produção de espécies reativas de oxigênio; (3) regulação da síntese de ATP; (4) regulação da síntese de ácidos graxos.

Por estarem envolvidas em muitas funções no corpo, a regulação da expressão dessas proteínas carreadoras de membrana depende muito da situação em que se encontra o indivíduo. Por exemplo, em jejum ou hipoglicemia a expressão da UCP-3 é aumentada a fim de promover maior oxidação lipídica, além de regular a liberação do glucagon. Por outro lado, num momento de recuperação pós-atividade física essa expressão é diminuída com objetivo de armazenamento de substrato energético.

Por conta disso o metabolismo de regulação da expressão das UCPs é bem complexo e extremamente dependente da situação em que o indivíduo se encontra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *