Sem categoria

Anabolizantes e sistema cardiovascular

AnabolizanteA testosterona é um hormônio que exerce efeitos designados como androgênicos e anabólicos em uma extensa variedade de tecidos-alvo, incluindo o sistema reprodutor, o sistema nervoso central, a glândula pituitária anterior, o rim, o fígado, os músculos e o coração. Os efeitos androgênicos são responsáveis pelo crescimento do trato reprodutor masculino e desenvolvimento das características sexuais secundárias, enquanto que os efeitos anabólicos estimulam a retenção do nitrogênio e aumentam a síntese proteica. A atividade anabólica da testosterona e de seus derivados é manifestada primariamente em sua ação miotrófica, que resulta em aumento da massa muscular por aumentar a síntese proteica no músculo e por controlar os níveis de gordura corporal

Os esteroides anabólicos androgênicos são substâncias químicas derivadas do hormônio testosterona. Ao sintetizar essas substâncias, popularmente chamadas de anabolizantes, os químicos potencializaram seus efeitos anabólicos e reduziram os androgênicos. Ao usar uma substância cujas propriedades anabólicas foram reforçadas, o indivíduo tem a massa muscular e a força física significativamente aumentada, com consequente aumento de rendimento esportivo.

Devido ao grande crescimento na busca por esteroides anabolizantes, diversos estudos buscam salientar os principais efeitos colaterais desenvolvidos pelo uso abusivo destas substâncias e demonstrar que em adição aos efeitos tóxicos e hormonais, já bem descritos na literatura, prejuízos em diversos órgãos e tecidos têm sido frequentemente observados (nervosismo, irritação, agressividade, problemas hepáticos, acne grave que em geral ocorre nas costas e no peito, ocasionando um problema estético sério, problemas sexuais, diminuição do HDL, diminuição da imunidade), tendo o sistema cardiovascular um papel de destaque nestes estudos. Diversas complicações cardíacas, tais como insuficiência cardíaca, fibrilação ventricular, tromboses, doença isquêmica e infarto agudo do miocárdio vêm sendo observadas em atletas usuários de esteroides anabolizantes.

Além disso, a ocorrência de morte súbita também vem sendo demonstrada em decorrência do uso crônico de doses supra fisiológicas. Complicações, tais como a aterosclerose e o infarto agudo do miocárdio (IAM) em usuários de esteroides anabolizantes podem ocorrer devido a alterações no metabolismo de lipoproteínas e presença de disfunção endotelial.

Portanto, o uso indiscriminado destas substâncias pode aumentar o risco de morte entre seus usuários. É de extrema importância que estes riscos cheguem ao conhecimento dos indivíduos que usam ou pensam em fazer uso destas substâncias, tendo como objetivos melhores desempenhos esportivos ou fins estéticos, para que os mesmos possam avaliar se realmente os benefícios alcançados pelo uso abusivo destas drogas são maiores ou mais importantes que os riscos que elas oferecem aos seus usuários. Se você deseja ganhar músculos com saúde e qualidade de vida procure os profissionais mais adequados para este objetivo o Nutricionista e um Educador Físico.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail         nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0