Sem categoria

Sistema imunológico e atividade física intensa

imunidadeA imunologia é a área da ciência que estuda os mecanismos orgânicos que protegem o corpo contra inúmeras agressões do meio externo. A todo o momento somos expostos a agentes infecciosos como bactérias, fungos e vírus que deixam o organismo susceptível a contração de algumas doenças. Graças à existência desse sistema, nós entramos em contato com essa variedade de microorganismos e não ficamos doentes, na maioria das vezes.

Para que isso aconteça, o sistema imunitário humano responde a estímulos específicos de maneira bem complexa envolvendo células de defesa, hormônios e moduladores interativos. Essas respostas são precisamente coordenadas para proteger os tecidos do corpo contra os agentes patogênicos.

Muitos fatores afetam a resistência do sistema imunológico humano, como a genética, alimentação inadequada, estresse físico e psicológico, meio ambiente e alterações na programação normal do sono.

Atividades físicas intensas constituem um estresse físico de muita relevância para o organismo podendo, portanto, expor os indivíduos a maior ocorrência de infecções devido a menor resistência do sistema imunológico. Treinamento pesado ou competições de alta resistência e longa duração, como maratonas ou ciclismo de longa distância, são exemplos de formas de estresse físico extremo e levam à imunodepressão em atletas, o que está associado com o aumento da susceptibilidade à infecção, especialmente infecções do trato respiratório superior. Isso acontece porque esse esforço físico pode promover uma redução na concentração de linfócitos,  IgA e perdas de minerais através do suor.

Dessa forma, há um interesse em estratégias nutricionais que mantenham a imunocompetência e evitem doenças. Como por exemplo, a suplementação com glutamina, por favorecer uma maior integridade da mucosa intestinal e fortalecer as células de defesa. Além disso, a presença de alguns minerais na dieta é bem importante, a exemplo do zinco que é essencial na maturação e produção de células imunes como neutrófilos, células natural killer e linfócitos T. As principais fontes alimentares de zinco são leguminosas, nozes e alimentos de origem animal.

Para uma prescrição detalhada e individualizada procure um nutricionista esportivo e fortaleça o seu sistema imunológico.

 

Luana Luana Vilas Bôas faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UFBA.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail       nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção.

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.