BCAA, exercício físico e sistema imune

BCAAO nosso sistema imune sofre influência de maneira aguda do exercício que praticamos. Diversos estudos sugerem que o exercício moderado pode melhorar a imunidade, enquanto que atividades físicas intensas podem promover o aumento da incidência de infecções do trato respiratório e outras doenças associadas (como faringite, sinusite, resfriados, etc.), pelo fato de afetarem diversas células de defesa, causando uma imunossupressão temporária. Os mecanismos exatos que explicam esse fato ainda não são completamente compreendidos, mas incluem a ação de hormônios, como o cortisol e catecolaminas, e a redução sérica de glutamina – aminoácido utilizado como fonte de energia por células de divisão rápida, como é o caso dos leucócitos. A redução da concentração plasmática e muscular de glutamina geralmente ocorre quando estamos praticando uma atividade mais intensa por um tempo prolongado, fato que pode contribuir para o aumento da aparição de doenças.

Nos humanos existem nove aminoácidos essenciais, ou seja, aminoácidos que não podem ser sintetizados endogenamente, e por isso devem ser consumidos através da dieta. Dentre eles, estão os três aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) – leucina, isoleucina e valina. Esses aminoácidos estão envolvidos no anabolismo proteico muscular, reduzem a fadiga central, favorecem a secreção de insulina e diminuem o grau de lesão muscular induzido pelo exercício físico. Os BCAAs podem atuar ainda como precursores da síntese de glutamina no tecido muscular ao sofrerem oxidação. Por este motivo, a suplementação de BCAA pode melhorar a resposta imune por evitar a redução de glutamina durante o exercício. A partir desta teoria, diversos estudos foram desenvolvidos visando avaliar a efetividade da suplementação com BCAA na manutenção da concentração plasmática de glutamina e alteração da resposta imune frente ao exercício aeróbico intenso. A maioria deles verificou que a manutenção da concentração sérica de glutamina por meio da suplementação de aminoácidos de cadeia ramificada apresenta efeitos benéficos sobre a imunidade dos indivíduos, apesar de que ainda não se sabe ao certo se o efeito benéfico ao sistema imune é causado de fato pela regulação da concentração de glutamina, ou se é ocasionado por um efeito direto dos BCAAs.

Portanto, a suplementação de BCAA pode ser utilizada com o objetivo de preservar a massa magra, estimular a síntese proteica e melhorar a resposta imunológica em atletas e desportistas. Para uma melhor orientação quanto a dose e tipo de suplemento a ser utilizado, procure um nutricionista!

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail    nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *