Sem categoria

Ômega 3, um bem que vem do mar

omega3Os lipídios são biomoléculas insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos.

Alguns lipídios são sintetizados pelo organismo, sendo denominados não essenciais. Outros, porém só podem ser adquiridos através da alimentação e, por conseguinte são denominados ácidos graxos essenciais, o ômega 3 faz parte desta categoria e desempenha importante função na membrana celular e participa de diversas reações metabólicas que ocorrem no organismo.

Estudos sugerem que o consumo adequado desses ácidos graxos esteja relacionado à prevenção de doenças cardiovasculares, sendo proposto que possam melhorar o perfil lipídico plasmático, beneficiar pacientes com arritmias cardíacas, diminuir processos inflamatórios, apresentar propriedades antitrombóticas e efeitos antiateroscleróticos.

O ômega-3 (ácido alfa linolênico) é encontrado em fontes animais no salmão, arenque, sardinha, cavala, atum e fontes vegetais como linhaça, castanha, óleos vegetais, folhosos escuros e também está presente nos animais marinhos que se alimentam de algas marinhas e plânctons. Os plânctons sintetizam os ácidos eicosapentaenoicos (EPA) e docosahexaenoico (DHA) que por sua vez são encontrados em grandes concentrações nos óleos de peixes de aguas profundas. O (EPA) é importante na profilaxia de doenças cardiovasculares e hipertensão. O (DHA) apresenta fator preventivo nas doenças cardíacas, redução da taxa de triglicerídeos, além de ser importante no desenvolvimento da função visual e cerebral.

Com o passar dos anos e com a industrialização da alimentação o consumo de alimentos fontes de ômega 3, vem diminuindo ao longo dos anos ao mesmo tempo em que doenças crônicas não transmissíveis, como a diabetes melitus do tipo 2, as dislipidemias, a obesidade, a hipertensão vem aumentando, aparecendo muitas vezes associadas, num processo denominado por alguns autores de síndrome metabólica (SM).

O papel da dieta na síndrome metabólica (SM) tem sido estudado em relação a cada um de seus componentes. Nesta perspectiva, os pesquisadores vem analisando novas formas de tratamento para a síndrome metabólica, recorrendo a dietas, mudanças de estilo de vida e prática de exercícios físicos.

O uso do ômega 3 no tratamento da síndrome metabólica tem-se mostrado eficaz, dado que apresenta propriedades anti inflamatórias, melhora o perfil lipídico, aumentando o HDL e diminuindo o LDL, melhora a sensibilidade a insulina, diminui a pressão sanguínea, aumenta a síntese de massa magra e com isso aumenta a termogênese, contribuindo para a redução do peso nestes pacientes, melhorando dessa forma os fatores desencadeadores da SM, atenuando os seus efeitos deletérios a saúde.

Alguns autores trazem também os benefícios da suplementação de ômega 3 durante a prática de exercício físico.

Um dos mecanismos potenciais utilizados para explicar os efeitos do ômega 3 no exercício, está relacionado a sua capacidade de aumentar a lipólise e β-oxidação. Os ácidos graxos da série ômega 3 em particular, são requeridos para atuar como combustíveis metabólicos que regulam o aumento da produção das enzimas lipolíticas oxidativas e diminuem a expressão de genes lipogênicos. É possível supor que a suplementação com os AGPI-n3 (EPA) e (DHA) em atletas podem atenuar os efeitos do processo inflamatório no musculo lesionado através da diminuição da síntese dos potentes mediadores químicos da inflamação e com isso a diminuição do tempo de recuperação dos mesmos, além de beneficiar as resposta dos atletas aos exercícios de alta intensidade.

As pesquisas realizadas mostraram o efeito do uso do ômega 3 relacionado ao tratamento e prevenção de doenças por sua ação anti-inflamatória e antioxidante, e em relação ao exercício físico a hipótese é que a suplementação do óleo de peixe fonte de ômega 3 influencia na modulação do processo inflamatório causado pelo exercício. E assim associados são fatores que contribuem para uma melhor qualidade de vida.

 

Ana Claudia faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela São Salvador.

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail      nutricao@sncsalvador.com.br     .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.