Sem categoria

Alimentos e sua relação com a depressão

 

 

DepressaoA nutrição é um fator de indiscutível importância na saúde e no bem-estar das pessoas. Alterações dos padrões alimentares podem agir como fatores promotores ou de prevenções de doenças. Um estado nutricional deficiente pode gerar diversas alterações fisiológicas e psicológicas promovendo graves casos de doenças, entre elas a depressão.

A depressão, segundo Del Porto (2013), é definida como estado psicopatológico caracterizado pela sensação subjetiva de tristeza ou vazio, perda de capacidade de experimentar prazer em atividades rotineiras e redução do interesse pelo ambiente. Frequentemente também está associado a sensação de fadiga ou perda de energia, caracterizada pela queixa de cansaço exagerado pelo paciente. A ocorrência da depressão se deve principalmente pela menor produção de neurotransmissores envolvidos na sensação de bem-estar e prazer como, por exemplo, a serotonina.

São importantes para o bom funcionamento cerebral e consequentemente para a prevenção de distúrbios depressivos os nutrientes como: o ômega 3 (EPA e DHA) importantes para manutenção do estado adequados das membranas celulares e também tem um potencial antioxidante; as vitaminas do complexo B principalmente ácido fólico, B6 e B12, são importantes para produção de neurotransmissores e para o metabolismo proteico; os minerais como o zinco, por seus efeitos imunoreguladores; aminoácidos essenciais, com um foco especial para o triptofano, precursor da serotonina.  Esses nutrientes importantes podem ser encontrados nas frutas, verduras, legumes, peixes, folhas verdes entre outros.

Por outro lado, o padrão de alimentação ocidental que é composto por fast-food são promotores de doenças, favorecendo a instalação da depressão. Isso ocorre por que suas refeições comportam grande quantidade de ácidos graxos trans que são causadores de inflamação, disfunção endotelial, doenças cardiovasculares e também a depressão, além disso, tem reduzida quantidade de frutas, verduras e óleos essenciais, que como já citados anteriormente favoreceriam a prevenção de doenças. 

Dessa forma podemos perceber que o padrão alimentar está estritamente relacionado a uma boa saúde e adequado funcionamento cerebral. A depressão é um problema grave que pode ser prevenido com hábitos de alimentação saudáveis. Não esquecendo de salientar a importância da associação com atividade física para que promoção do bem-estar seja completo reduzindo os riscos de ocorrência da depressão

 

Aline Aline Pereira faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UFBA.

 

 

 

 

 

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

 

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.