Sem categoria

Glutamina, uma necessidade constante!

imunidade-fotoUm intestino integro é o segredo para uma vida saudável, dado a sua importante função como primeira barreira de defesa do organismo a corpos estranhos, além da sua função primordial de local de absorção dos nutrientes provenientes da alimentação.

A maior parte da glutamina utilizada pelo organismo é proveniente do músculo, que chega a produzir 9 a 13g/dia de glutamina. A dieta, por sua vez fornece pequenas quantidades de glutamina sendo que os alimentos de origem animal são as principais fontes de glutamina.

A glutamina é um aminoácido condicionalmente essencial devido a sua distribuição e função desempenhada no organismo, sendo de extrema importância em algumas situações clinicas especificas, em que a demanda por glutamina esta aumentada, como nas situações de estresse intenso, traumas, queimaduras, câncer e durante a pratica do exercício físico. Além dessas situações a glutamina desempenha importante papel como transportador de amônia para o ciclo da ureia, controle do equilíbrio ácido básico, participa da síntese do GABA, da enzima antioxidante glutationa, disponibiliza os seus esqueletos de carbono para a síntese proteica e para a gliconeogênese quando necessário, além de aumentar o volume celular.

A pratica de atividade física intensa causa reações oxidativas no organismo e pequenas lesões celulares, necessitando ocorrer um controle desse fenômeno para evitar lesões musculares mais graves. A suplementação com glutamina estimula a síntese e liberação de proteínas de choque térmico que amenizam as lesões celulares, aumenta a resistência da célula a lesão, aumenta a capacidade de recuperação celular, além de estimular a síntese de novas proteínas.

Sendo assim um suplemento como a glutamina que tem a capacidade de reforçar o sistema imunológico e de melhorar a capacidade absortiva do intestino se torna indispensável a todos os indivíduos, em especial aos praticantes de atividade física e aos desportistas que durante a pratica de atividade física intensa acabam depletando as concentrações séricas de glutamina ao mesmo tempo em que ocorre um afastamentos dos enterócitos, o que contribui para maior facilidade de entrada de patógenos na corrente sanguínea, ocasionando uma queda da imunidade e possivelmente a ocorrência de doenças diversas como resfriados, gripes, entre outros, acabando por influenciar a performance desses atletas e praticantes de atividade física.

Andrea Andrêa Ferreira faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UFBA.

 

 

  

 

 

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail    nutricao@sncsalvador.com.br  .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.