Sem categoria

ÓLEO DE COCO: QUAL SUA VERDADEIRA FUNÇÃO?

beneficios-do-oleo-de-cocoNo contexto obesogênico que o mundo hoje se apresenta, diversos produtos trabalham estimulando o processo de termogênese, sendo muito consumidos pelas pessoas que almejam a perda de peso. Neste sentido, a suplementação com certos tipos de lipídios vem sendo largamente divulgada no intuito de estimular a oxidação dos ácidos graxos e modificar a composição corporal.

O óleo de coco, por apresentar os triglicérides de cadeia média estão sendo visualizados para esse fim. Os TCMs possuem uma velocidade de absorção mais rápida do que os triglicerídeos de cadeia longa, já que utiliza o sistema porta-hepático para chegar ao fígado, não necessitando da reesterificação no sistema linfático. Além disso, a entrada dos ácidos graxos de cadeia média na mitocôndria não depende do sistema de transporte ligado à carnitina. Quando suplementado, o TCM aumenta a taxa de oxidação de lipídios, e, uma vez consumido, 90% é oxidado em 24 horas (Boschini e Garcia, 2005).

Entretanto, benefícios além da oxidação das gorduras vem sendo demonstrados com o uso deste óleo. Extraído das variações da espécie Cocos nucifera L. o óleo de coco apresenta como principal componente, o ácido láurico. Este ácido ao chegar ao intestino, é quebrado pela enzima lipase e se transforma em monolaurina. A monolaurina é absorvida pelos intestinos e vai ao sangue. Esta substância destrói a membrana de lipídios que envolvem os vírus bem como torna inativas bactérias, leveduras e fungos. A ação atribuída a monolaurina é a de que ela solubiliza os lipídios contidos no envoltório dos vírus, causando a sua destruição. Há assim uma potencial atividade antiviral e anti-bacteriana desta substância contra vírus perigosos como Epstein-Barr, causador da mononucleose e bactérias como a Helicobacter pylori, principal causa hoje do câncer do estômago (ENIG et al, 2009).

Com as novas constatações científicas foi possível verificar que uma dieta rica em óleo de coco não aumenta o colesterol e nem o risco de desenvolver doença coronariana, como se imaginava. Estudos relatam favorável associação entre sua ingestão e perfil lipídico dos consumidores,ressaltando que os prováveis benefícios estão no óleo de coco virgem.

Mais pesquisas fazem-se necessárias para ratificar definitivamente seus benefícios, apesar de o óleo de coco ser uma gordura saturada. Enquanto isso, seu uso pode ser indicado, juntamente à prática de exercícios físicos e uma alimentação equilibrada. Para adequear o uso e otimizar seus efeitos, procure um nutricionista!

MarianaC

 Mariana Castro faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UNEB.

 

 

 

 

 

 

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail    nutricao@sncsalvador.com.br   .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção.

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.