Sem categoria

VIGOREXIA E A BUSCA PELO CORPO PERFEITO

vigorexiaVive-se hoje em uma sociedade que confere extremo valor à estética corporal. Ter um corpo adequado, especialmente com um baixo percentual de gordura, tornou-se uma das prioridades na vida de muitas pessoas.  É aceitável a preocupação com a aparência, contudo, quando esse objetivo torna-se uma obsessão pode prejudicar as atividades diárias, os relacionamentos e a saúde desses indivíduos.

A imagem corporal é a constituição da figura do corpo que o indivíduo tem de si mesmo, ou seja, como ele concebe e percebe seu próprio corpo. A imagem corporal negativa está relacionada com a insatisfação que o indivíduo tem da aparência física, podendo ocasionar o aparecimento de baixa autoestima e depressão, por justamente não conseguir chegar ao padrão corporal desejado.

A imposição, pela mídia, sociedade e meio esportivo, de um padrão corporal considerado ideal é uma das principais causas das alterações de percepção da imagem corporal, que pode culminar em um Transtorno Dismórfico Corporal (TDC).

O TDC é um distúrbio psicológico que ocasiona a distorção da imagem corporal. Um dos tipos de TDC é a Dismorfia Muscular, ou como também é conhecida: Vigorexia. Os indivíduos acometidos pela Vigorexia desenvolvem dependência pelo exercício físico e pelo corpo musculoso, e nunca estão satisfeitos com a condição em que se encontram.

Esse distúrbio pode levar ao excesso de levantamento de peso, com ocorrência de lesões, à prática de dietas inadequadas, além do uso de esteróides anabolizantes.

Esteróides anabolizantes são derivados sintéticos da testosterona e podem exercer forte influência sobre o corpo humano. Seu uso está associado a uma série de problemas tanto físicos quanto psiquiátricos. Dentre as alterações físicas, são maiores os riscos para o desenvolvimento de doenças coronarianas, tumores hepáticos, problemas de ereção, atrofia testicular, alteração da voz, hipertrofia do clitóris e amenorréia em mulheres. Em relação às alterações psiquiátricas, envolvem sintomas depressivos quando de sua abstinência, comportamento agressivo e quadros psicóticos.

É de extrema importância identificar e orientar o grupo de risco para o desenvolvimento de distúrbios de imagem corporal, através de profissionais especializados como nutricionistas, psicólogos, médicos e treinadores físicos, visando a saúde física e mental destes indivíduos.

 

MarinaV Marina Vilpert faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UFBA.

 

 

 

 

 

 

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail    nutricao@sncsalvador.com.br   .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.