Sem categoria

Prebióticos e Probióticos

ID-100248811O nosso trato gastrointestinal (TGI) é o meio que faz a conexão entre o corpo humano e o ambiente externo, devido a sua ampla extensão toneladas de alimentos e junto a eles, microorganismos que causam doenças ou trazem benefícios à saúde, passam pelo nosso TGI durante toda uma vida. Devido a isto o nosso TGI possui mecanismos de defesa contra os agentes agressores, dentre eles o ácido clorídrico (HCl), as imunoglobulinas, principalmente a IgA, e o tecido linfoide associados ao intestino, conhecidos como GALT (gut-associated lymphoid tissue), são indutores e efetores da resposta imunitária, que esta separado por uma única camada celular e um pouco de muco da microbiota intestinal. Uma microbiota intestinal eficaz mantém a integridade da mucosa, absorção, digestão e síntese de nutrientes.

O desbalanço entre o número de bactérias patogênicas e bactérias benéficas, conhecido como disbiose intestinal, causa aumento da permeabilidade intestinal, o que está relacionado com o aumento da passagem de antígenos alimentares e fragmentos de bactérias ocasionando hipersensibilidade, alergia e resposta autoimune. Diversos fatores estão relacionados à disbiose os mais comuns atualmente são o uso de medicamentos, dieta, estresse fisiológico e psicológico.

Os probióticos e prebióticos, segundo (Saad, 2006) são microrganismos vivos capazes de melhorar o equilíbrio intestinal e, componentes alimentares não digeríveis que estimulam seletivamente a proliferação e a atividade de bactérias benéficas no cólon, respectivamente, produzindo efeitos benéficos à saúde do indivíduo. Estes melhoram a permeabilidade intestinal e são utilizados no tratamento da disbiose intestinal.

Os atletas são bastante propícios à ocorrência de sintomas gastrointestinais como cólica, diarreia, náuseas e infecções do trato superior e segundo os estudos o uso de prebióticos e probióticos principalmente, estão relacionados à melhora da imunidade, prevenção de diarreias e atividade antioxidante, melhorando o desempenho e saúde desses indivíduos.

Para manter a integridade do TGI é imprescindível o consumo de frutas, verduras, raízes e leites fermentados, pois são alimentos fontes dos probióticos e prebióticos, existem também os suplementos alimentares que são utilizados em diversos tratamentos dentre eles, a disbiose intestinal, doenças hepáticas, intolerância a lactose e diarreias. Para a seleção adequada em relação ao tipo, quantidade e forma de uso desses suplementos procure a orientação de um nutricionista.

 

Lethicia Galvão faz parte da equipe de Nutrição da SNC de Salvador. Ela é graduanda em Nutrição pela UNEB.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail  nutricao@sncsalvador.com.br .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção.

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.