Sem categoria

Alimentos potencializadores da termogênese.

termogenicos-naturaisOs alimentos termogênicos são aqueles que apresentam um maior nível de dificuldade para serem digeridos pelo organismo, fazendo com que esse consuma maior quantidade de energia e caloria para realizar a digestão. Todos os alimentos gastam energia para serem digeridos, ou seja, têm a capacidade de aumentar a temperatura corporal e acelerar o metabolismo, aumentando a queima de gordura, porém existem alguns que se destacam mais que os outros, pois induzem o metabolismo a trabalhar com ritmo acelerado, gastando assim, mais calorias, sendo estes classificados como termogênicos.( Cardoso et al 2010)

O meio pelo qual isso ocorre é através da termogênese facultativa, que é definida como a produção de calor em resposta à temperatura ambiente ou dieta (Lowell & Spiegelman, 2000 appud Alberdi 2013) e é mediada pelas proteínas de desacoplamento (UCP), que estão localizados no interior da membrana mitocondrial. Estas proteínas atuam como desacopladoras da fosforilação oxidativa, pela dissipação do gradiente de prótons através da membrana e produzem calor ao invés de ser usado para conduzir a síntese de energia (Ricquier, Casteilla, & Bouillaud, 1991 appud Alberdi 2013). As UCP’s podem, dessa forma, dissipar a energia excedente e consequentemente, serem importantes reguladores do peso corporal.

O efeito estimulante das especiarias tem como princípio sua característica pungente em que aumenta o consumo de oxigênio e é provavelmente devido ao envolvimento de um Transient Receptor Potential Vanilloid 1 (TRPV1) ligado ao mecanismo termogênico. A regulação da TRPV1 é complexa e múltiplos mecanismos atuam em conjunto para manter TRPV1 em um estado fechado ou em repouso. Calor, prótons e vanilloides podem ativar o receptor, no entanto, agonistas de TRPV1 podem ter diferentes respostas através de diferenças na ativação e dos diferentes subtipos de receptores vanilloid que podem existir. Além disso, o efeito termogênico de princípios pungentes parece ser o resultado de influências sobre funções mitocondriais, incluindo a inibição do metabolismo oxidativo.

Apesar de ser algo natural e derivado de alimentos e plantas, deve-se ter cautela ao se utilizar alimentos termogênicos. Indo de encontro a aquele velho ditado popular “O que é natural não faz mal”. Assim como os termogênicos comercializados, não se deve fazer uso destes alimentos no período noturno para não prejudicar o sono. O exagero no consumo desses alimentos pode levar ao surgimento de sintomas como dor de cabeça, tontura e insônia. Hipertensos e indivíduos com problemas cardíacos devem ter cuidados especiais, pois alguns desses alimentos fazem o coração trabalhar mais rápido. Estes são alguns dos alimentos com grande potencial termogênico: Pimenta vermelha, Mostarda, Gengibre, Vinagre de maçã, Acelga, Aspargos, Couve, Brócolis, Laranja, Kiwi, Cafeína, Guaraná, Água gelada, Linhaça, Gorduras vegetais, Produtos derivados de chocolate, Canela.

Lembrando sempre que os alimentos também possuem uma carga calórica, e essa deve ser levada em conta na hora de se consumir um alimento pensando na termogênese.

Para otimizar os seus resultados consulte um Nutricionista, ele saberá adequar e introduzir esses alimentos na sua dieta.

   Cássio Niela  faz parte da equipe de nutrição da SNC Salvador

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail           nutricao@sncsalvador.com.br      .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.