Sem categoria

Caseína

20161O leite é um líquido composto por água, carboidratos (lactose, principalmente), gorduras, proteínas (caseínas – em maior quantidade – e proteínas do soro), além de minerais e vitaminas. Destaca-se pela composição das proteínas, pelo excelente perfil de aminoácidos e pela oferta de cálcio, como é sabido. Porém, tem sido alvo de polêmicas devido ao potencial alergênico da sua principal proteína (caseína) e os efeitos adversos causados pelo seu açúcar (lactose), para indivíduos intolerantes (com redução ou não expressão da enzima lactase).

Porém, os efeitos benéficos de seus constituintes proteicos para a suplementação são indiscutíveis. Dentre as proteínas que constituem o leite, as caseínas correspondem a 80% do total, sendo os 20% compostos por proteínas do soro (whey protein). As caseínas apresentam-se, cerca de 95%, em forma de micelas e essas micelas constituem-se de 04 proteínas principais, sendo elas: αs1, αs2, β e к-caseína.

A formação dessas micelas dificulta o processo de absorção pelo intestino, tornando-o mais lento comparado, por exemplo, à whey. Por esse motivo, a caseína é indicada em momentos onde não há a necessidade imediata da elevação da aminoacidemia e/ou quando a disponibilidade desses aminoácidos precisa ser mantida por períodos de tempo mais longos.

Estudos recentes indicam a indução da saciedade matinal quando a caseína é utilizada como última refeição do dia anterior, ingerida logo antes do sono. No entanto, apesar de provável, não foi possível observar se esse efeito implica em menor ingestão energética nos momentos subsequentes, o que seria interessante para consequente redução de peso. Ademais, observa-se maior estímulo às taxas de síntese proteica muscular durante o sono após o consumo noturno de caseína. Deste modo, incluir a utilização de caseína à ingestão proteica diária pode ser uma boa estratégia para manter o balanço proteico positivo, e os níveis de aminoácidos constantes mesmo em jejum prolongado e, com isso, alcançar melhores resultados com relação ao anabolismo muscular.

   Raísa Coelho faz parte da equipe de nutrição da SNC Salvador

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail            nutricao@sncsalvador.com.br          .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0