Sem categoria

IMPORTÂNCIA DA GLUTAMINA EM EXERCÍCIOS FÍSICOS INTENSOS

glutamina-benefíciosA glutamina é o aminoácido livre mais abundante no corpo humano representando cerca de 20% do total de aminoácidos livres no plasma e mais de 60% do pool de aminoácidos livres totais no músculo. É considerado um aminoácido condicionalmente essencial sob certas condições clínicas como traumas, estresse, septicemia, câncer e esforço físico intenso. A síntese endógena da glutamina ocorre, principalmente, no músculo esquelético. De acordo com os estudos, em exercícios físicos intensos e prolongados, observa-se que o consumo de glutamina excede a capacidade de síntese corporal.

A glutamina tem um grande potencial para melhorar a atividade e recuperação muscular após o treinamento especialmente para atletas envolvidos em treinamento intensivo. Dentre os efeitos da glutamina sobre o tecidos muscular estão sua capacidade de prevenir a toxicidade da amônia durante o exercício, sua função anti catabólica através da neoglicogênese (formação de glicose a partir de compostos que não sejam carboidratos) e moduladora na liberação do hormônio do crescimento (GH).

Quanto mais intenso for o exercício, maior é a produção de lactato e de íons hidrogênio (H+) e, consequentemente, a demanda dos rins, para tamponarem a acidose. A eliminação de íons H+ pelos rins envolve o fornecimento de amônia oriunda da glutamina. A amônia formada a partir da glutamina escapa das células do túbulo renal por um processo de difusão passiva, e se une a prótons H+ formando íons amônio (NH4). Dessa forma, a glutamina é importante para manter o balanço ácido-básico, reduzindo acidose decorrente do aumento da concentração de lactato no sangue.

Welbourne (1995) realizou um estudo onde os participantes receberam 2 gramas de L-glutamina, ele demonstrou que 90 minutos após o tratamento com glutamina a concentração do plasma de GH foi de 4,3 vezes maior do que o valor de 90 minutos de controle do tempo. Entretanto, como uma carga de glutamina por via oral pode estimular o aumento basal da secreção do GH não foi elucidada no presente estudo. No entanto ele cita alguns estudos que supõem que, a glutamina inicia fluxos de aminoácidos secundários que poderia afetar a secreção do hormônio do crescimento. Por exemplo, a conversão de glutamina a citrulina (aumenta os níveis sanguíneos de arginina) nos enterócitos, suporte na síntese renal de arginina, um estímulo conhecido para a secreção do hormônio do crescimento. Além disso, a conversão de glutamina ao glutamato fornece um estímulo para ativar diretamente o GH.

Além desses benefícios citados acima, a glutamina também apresenta funções imunológicas e gastrointestinais importantes. Este aminoácido serve de substrato energético para as células de defesa do nosso organismo (linfócitos e macrófagos), o que contribui para o aumento da imunidade, é essencial para a proliferação das células intestinais (enterócitos), diminuição da permeabilidade intestinal induzida pelo estresse ocasionado pelo exercício o que contribui para a redução da translocação bacteriana evitando infecções recorrentes. Sendo assim um suplemento como a glutamina que tem a capacidade de reforçar o sistema imunológico e de melhorar a capacidade absortiva do intestino se torna indispensável a todos os indivíduos, em especial aos praticantes de atividade física e aos atletas que durante a pratica de atividade física intensa acabam depletando as concentrações séricas de glutamina.

Marianne AureaMarianne Áurea faz parte da equipe de nutrição da SNC Salvador

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail            nutricao@sncsalvador.com.br           .

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma notícia e/ou promoção

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0