Sem categoria

Suplementos na prevenção do câncer intestinal

O câncer é uma das principais causas de morte no mundo e consiste no crescimento exacerbado de células. Reconhecida pelo processo que ocorrem alterações distintas, tanto moleculares quanto celulares, a carcinogênese apresenta três estágios: Iniciação, promoção e progressão, ambos separados, mas interligados.
O câncer do colo retal (CCR), localizado no intestino grosso (cólon) e/ou no reto, é a 2ª maior causa de morte por câncer em homens e a 3ª em mulheres. As causas estão relacionadas ao estilo de vida, como o aumento da gordura visceral, sedentarismo e principalmente dietas ricas em carnes vermelhas e gorduras, onde seus metabólitos alteram o pH intestinal levando à disbiose e inflamação. A disbiose pode colaborar para o desenvolvimento de adenocarcinomas (tipo de tumor maligno em órgãos secretores).
Os probióticos possuem efeito protetor, inibindo bactérias que contribui para a carcinogênese; inibe diretamente a formação do tumor; modula a resposta imunológica. Realizado estudo com uso de probióticos, foi possível verificar que reduziu de forma significativa o tamanho do tumor. E outro com o uso de simbióticos, diminuíram a proliferação das células neoplásicas e necrose; melhorou a barreira epitelial e redução de citocina inflamatória.
A glutamina tem como principal função servir como fonte energética para enterócitos e colonócitos (células do intestino). Estudos experimentais têm demonstrado que a glutamina é eficiente em situações de estresse, evitando atrofia do epitélio intestinal.
Visto isso, a suplementação de probióticos, simbióticos e glutamina auxiliam de forma positiva na prevenção do câncer intestinal.

“Este texto foi escrito por Jaqueline Menezes
 
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
 
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
 
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.