Sem categoria

Soja e feminização: Mito ou Verdade?

A soja é uma proteína vegetal de alta qualidade que confere benefícios para a saúde independente do seu perfil proteico, devido à presença de isoflavonas. A isoflavona é um fitoestrógeno, composto químico com propriedades similares ao estrogênio, no entanto, há hipóteses deste conduzir efeitos adversos em alguns indivíduos.

As isoflavonas da soja (genisteína, daidzeína e gliciteína) se ligam aos receptores de estrogênio e afetam os produtos de genes regulados por este hormônio, tem sua concentração plasmática aumentada em relação direta com a quantidade ingerida.

O cultivo, armazenamento e industrialização dos grãos podem alterar a quantidade de isoflavona, a proteína concentrada de soja tem um teor controlado de isoflavonas, por isso é o modo mais utilizado para ofertar a leguminosa nas pesquisas cientificas.

Os resultados dessas pesquisas mostram que a isoflavonas da soja consumida por certo tempo tem efeito estimulatório nas mamas em mulheres, caracterizado por aumento de secreção de líquidos, aparecimento de células epiteliais hiperplásicas e níveis elevados de estradiol, sugerindo um estímulo estrogênico.

Com relação aos sintomas da menopausa a utilização da isoflavona promove discreta melhora dos fogachos, sem alterações do humor. Alguns estudos de curta duração sugerem o aumento da densidade mineral óssea.

As evidências científicas demonstram que em homens a ingestão elevada dos produtos da soja por 6 meses, diariamente, pode provocar ginecomastia bilateral e um aumento 4 vezes maior do que o limite superior das concentrações de estrogênio e estradiol.
Por tanto, a função da isoflavonas no sistema endócrino pode potencialmente causar efeitos adversos para a saúde. O uso crônico pode causar alguns sinais de feminização, como estratégia para evitar tais efeitos, é ideal variar a fonte proteica vegetal para não haver ingestão excessiva de soja.

 

“Este texto foi escrito por Paula Macêdo

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.