Sem categoria

Saiba mais sobre a Naringenina

A Naringenina é um flavonóide, considerados pigmentos naturais que desempenham um papel fundamental na proteção do vegetal atuando na proteção contra agentes oxidantes, naturalmente presente em frutas cítricas e no tomate. Responsável pelo sabor amargo desses compostos, essa substância apresenta um número elevado de efeitos farmacológicos reconhecidos, sendo o mais importante a inibição de enzimas do CYP 450. As enzimas codificadas pelos genes da família CYP450 são encontradas principalmente no fígado, onde são responsáveis pelo metabolismo de drogas, toxinas e outras substâncias. O processo da inibição dessas enzimas facilitaria os níveis sanguíneos dos fármacos, por esse e outros motivos, tal substância está presente em diversos termogênicos existentes no Brasil e no mundo.
Indução da atividade do PPAR-α, (fator de transcrição que atua controlando a beta oxidação, as vias de transporte dos ácidos graxos e a diferenciação dos adipócitos além de estar envolvido na manutenção da homeostase lipídica) e enzimas envolvidas na oxidação de ácidos gordos, tais como CPT1α, UCP2 e ACOX1, também são efeitos da naringenina. Estudos apresentam bons efeitos dessa substância, melhorando a sensibilidade à insulina e a tolerância à glicose, além de evitar a acumulação de triglicerídeos. A naringenina também é antioxidante, anti-inflamatória e inibe a biossíntese de colesterol.
O estudo de Jia-Yu Ke e colaboradores (2015) usaram ratos ovariectomizados alimentados com 3% de naringenina durante vinte e três semanas. Como resultado, os ratos apresentaram níveis de glicose e insulina em jejum inferiores ao grupo controle, com redução de mais de 50% da adiposidade intra-abdominal e subcutânea. A ingestão calórica diminuiu significativamente no grupo com a dieta contendo naringenina e os pesos corporais foram significativamente reduzidos neste mesmo grupo, a partir da décima segunda semana em diante.
Diante de tais fatos, são evidentes os benefícios da naringenina, mas ainda são necessários estudos em humanos para comprovar sua eficácia em nosso organismo, além de exemplificar as doses efetivas e seguras para nós.

 

Este texto foi escrito por Raquel Coelho, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.