Sem categoria

Suplementação para Dor Muscular Tardia

A prática regular de atividade física atua na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, entretanto, indivíduos sedentários, ao iniciar a prática de exercício, ou praticantes de atividade física e atletas que modificam seu padrão de treino, são acometidos pela sensação de dor muscular de inicio tardio (DMIT).

A DMIT caracteriza-se pelo aparecimento de sintomas cerca de 8 horas após o término do exercício, tem os picos entre 24 e 48 horas após o exercício e desparece em até 7 dias.

Os exercícios que normalmente causam DMIT são os exercícios excêntricos, ou seja, o tipo de contração muscular que desencadeia maior desorganização das miofibrilas, por recrutar menor número de unidades motoras, induzindo a um maior estresse mecânico por ter ocasionado um alongamento ativo.

O dano muscular acarreta as microlesões na musculatura esquelética, que desencadeiam uma série de eventos. O resultado disso são agravos musculares estruturais, perturbação da homeostase de cálcio e respostas inflamatórias agudas.

Por afetar adversamente o desempenho muscular por meio da perda dos músculos da capacidade de produzir força, é desejável reduzir DMIT não só em atletas, mas também em indivíduos sedentários. As medidas usadas para o combate às dores musculares tardias são imersões de água fria, fármacos, intervenções nutricionais e massagens.

O surgimento de uma resposta inflamatória aumenta a absorção de proteína, necessária para sinalização celular e remodelagem muscular. Os BCAAs são aminoácidos essenciais de cadeia ramificada (leucina, isoleucina e valina), oxidados pelo músculo. Dessa forma, diminui os danos ao músculo. Os estudos com 1g/10kg de peso corporal, e acima desta quantidade, verificam redução da dor muscular tardia e dos marcadores de lesão muscular.

A glutamina é o aminoácido mais abundante dentro o corpo humano. Durante o exercício, pode sofrer diminuição dos níveis de glutamina no plasma. Essa variação depende do tipo, duração e intensidade do exercício. A suplementação deste aminoácido aumenta os níveis de glutamina intramuscular, intensifica a síntese proteica e aumenta o tamanho do músculo. Por consequência, a força contrátil do músculo pode ser aumentada. Os estudos evidenciam que 0,1g/kg ou 0,3g/kg de peso corporal da l-glutamina reduz a dor muscular.

A taurina é um aminoácido condicionalmente essencial. Por reduzir o estresse oxidativo promove a diminuição da dor muscular tardia. Seu uso associado com BCAA traz resultados para a redução da DMIT e dos marcadores de lesão muscular.

Outro suplemento a ser utilizado é o ômega 3 que atenua a resposta inflamatória. O uso de 1,8g a 3g de ômega 3 (EPA+DHA) combate a DMIT. A cafeína suplementada antes ou pós-treino na dose de 5mg/kg de peso corporal tem efeitos benéficos sobre a DMIT. A vitamina C também é recomendada pela sua atividade antioxidante, entretanto, estudos com 1g não trazem resultados significativos para casos de DMIT.

Além dos suplementos citados acima, a Whey Protein, a creatina e o HMB são estratégias válidas para repararem a lesão muscular. Os anitoxidantes são fundamentais, já que ocorre um aumento nos radicais livres durante o exercício. Portanto, a literatura ratifica que suplementos como BCAA, glutamina, taurina, ômega e cafeína são eficazes para reduzir a dor muscular de inicio tardia.

 

“Este texto foi escrito por Paula Macêdo

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”

 

2 comentário

Ana Paula M. Alves 22 de janeiro de 2016 at 13:38

Muito bom saber, pois mesmo treinando a um bom trmpo, sinto mta dor tardia, pois uso bastante carga…

Responder
Paula Macêdo 28 de janeiro de 2016 at 01:21

Olá Ana Paula, esperamos que o texto tenha ajudado a minimizar a dor muscular tardia. Caso tenha alguma dúvida, estamos a disposição para solucioná-la.

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.