Sem categoria

Suplementação hiperproteica e suas finalidades

Hiperproteicos são suplementos com a proteína como seu principal constituinte. O seu diferencial é ser originado através de diversas fontes de proteína. Albumina, caseína, proteína do soro do leite e proteína da soja são exemplos comuns de ingredientes dos hiperproteicos. Dessa forma, o blend proteico possui diferentes tempos de absorção, pois estas diferentes proteínas são responsáveis por lentificar a absorção deste suplemento alimentar, garantindo um maior aporte proteico durante um intervalo maior de tempo.

E nós queremos essa mistura de proteínas de rápida, média e lenta absorção? Sim, esta é uma estratégia interessante para o nosso corpo, já que é importante ter um estímulo à síntese proteica durante todo o dia. Nós precisamos de uma rápida absorção no momento pós exercício físico, onde nossos músculos estão precisando dessa recarga proteica. Fora isso, é benéfico o uso de suplementos hiperproteicos nos momentos de lanches ou até mesmo antes de dormir, claro, não substituindo alimentos.

Estudos mostram que o uso contínuo desse tipo de suplemento favorece o ganho de massa magra e mantém os níveis de aminoácidos em nosso sangue constantes, com resultados positivos nas práticas tanto clínicas quanto esportivas. Obtendo um maior período de anabolismo e menor degradação proteica, ocorre a hipertrofia muscular (aumento na área em corte transverso das fibras, decorrente do balanço positivo na razão síntese/degradação proteica). Há ativação do mTOR, principal sinalizador da síntese proteica (proporcionado pelo hormônio IGF-1 e estimulado pela insulina), consequentemente, há maior secreção do hormônio do crescimento (GH), intimamente associado com o aumento de massa muscular.

Em 2013, Paul Gregory, mostra que as proteínas do soro do leite, da soja e a caseína são de altíssima qualidade, sendo bastante benéfico o consumo das três juntas. Uma boa composição desse blend iria estimular a síntese proteica muscular na sua melhor forma. Whey prontein fornecendo altas doses de leucina, estimulando o mTOR, proteína da soja com alto teor de glutamina e arginina e a caseína aumentando o tempo no fornecimento de aminoácidos. Tal combinação traz a vantagem de fornecer aminoácidos de uma maneira mais equilibrada, evitando picos e seus consecutivos prejuízos.

Reidy e colaboradores (2014) realizaram um estudo duplo-cego, randomizado onde foram estudados 16 adultos jovens. O grupo suplementado com hiperproteico (caseína, proteína da soja e proteína do soro do leite) resultou em um saldo líquido fenilalanina prolongada e positiva durante a recuperação pós-exercício em comparação à proteína isolada.  A Fenilalanina é um dos aminoácidos essenciais ao ser humano, compõe a célula do corpo humano, além de ser um componente essencial dos tecidos corporais. Parte é incorporada pelo organismo na síntese proteica, mas sua maior parte é convertida em tirosina. A tirosina, por sua vez, além de ser utilizada na síntese proteica, é precursora de substâncias importantes como melanina, neurotransmissores e hormônios (adrenalina e tiroxina). O estudo traz que a ingestão pós-exercício de uma mistura de proteínas resulta em um equilíbrio maior de aminoácidos.

Outra vantagem do uso de hiperproteicos é em relação à saciedade. A ingesta de diferentes tipos de proteína promove uma maior saciedade comparado à proteína do soro do leite ou até mesmo à carboidratos simples. É evidente os benefícios que o uso contínuo de hiperproteicos traz à nossa saúde, mesmo assim, é importante frisar que para melhores resultados é sempre aconselhável praticar exercícios físicos, ter uma dieta balanceada e sempre que possível buscar ajuda de nutricionistas.

Este texto foi escrito por Raquel Coelho, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)

2 comentário

Débora 4 de janeiro de 2016 at 14:00

Gostaria de saber mais sobre esse assunto

Responder
Lara Cerqueira 8 de janeiro de 2016 at 14:41

Olá, Débora.
Encaminhamos para seu endereço eletrônico material que detalha a temática.

Estamos a disposição! Ótima leitura.

Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.