Sem categoria

Suplementação para Gota

A gota é uma doença caracterizada pelo depósito de cristais formados por monoidrato de urato monossódico (MSU), uma consequência da hiperuricemia – elevação dos níveis séricos de ácido úrico acima do normal e uma concentração de urato de sódio acima da supersaturação. Usualmente os cristais são formados nas cartilagens e nos tecidos periarticulares e a magnitude do crescimento do depósito de cristais e a sua expansão para outras regiões dependentes da persistência da hiperuricemia.

Pacientes com gota são tipicamente aconselhados a evitarem a ingestão habitual de comidas ricas em purinas (bases nitrogenadas que fazem parte tanto do DNA como do RNA, p. e.; adenina e guanina) como carnes, frutos do mar, vegetais ricos em purinas e proteína animal. Esta recomendação foi pensada com o objetivo de diminuir a produção de ácido úrico a partir das purinas pela ação das xantinas oxidases. Entretanto, foi observado que a gota não está relacionada com a ingestão proteica total da dieta, mas sim de alimentos específicos.

O aumento no risco de gota é associado com um aumento no consumo de carnes e frutos do mar, mas não é associado com o aumento no consumo de proteína animal ou vegetal rica em purinas. Além disso, foi encontrado uma associação inversa entre o consumo de produtos laticínios, especialmente produtos laticínios com baixa gordura e a incidência de gota, mostrando assim um efeito protetor dos mesmos.

Além do consumo alimentar, alguns suplementos são indicados para o tratamento da gota. Dentre os suplementos avaliados, o uso de 500 mg/dia de vitamina C apresentou um papel de destaque além da suplementação de ômega 3 e dos famosos joints. Por aumentar a excreção urinária de ácido úrico, a vitamina C pode reduzir as concentrações séricas de ácido úrico – que em altas concentrações pode cristalizar nas articulações, como já foi citado – e nos rins, além de levar à gota e a formação de pedras nos rins. Os mecanismos que permitem com que a vitamina C reduzam as concentrações séricas de ácido úrico estão incluídos o aumento da filtração glomerular e/ou uma competição pela reabsorção renal pelos túbulos proximais.

A condroitina e a glucosamina presentes na maioria dos joints serão utilizadas no tratamento da gota devido aos seus efeitos anti-inflamatórios específico nas articulações onde ocorrem as cristalizações. Além dos joints, os ômega 3 também são classificados como uma boa suplementação por apresentar propriedades anti-inflamatórias por sua produção de prostaglandinas e tromboxanos da série ímpar – importantes anti-inflamatórios – diminuindo assim a inflamação. Além disso, a suplementação de ômega 3 será essencial para esses indivíduos devido a redução na ingestão de frutos do mar, principais fontes de ômega 3.

O nutricionista é extremamente importante no tratamento da gota por ajustar os nutrientes da dieta e adequá-la da melhor forma. O plano alimentar e as necessidades de macro e micronutrientes são específicas para cada individuo. Procure um nutricionista para construir uma alimentação e suplementação adequada para as suas necessidades.

“Este texto foi escrito por Daniel Franco

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0