Suplementação de polivitamínicos

Vitaminas e minerais são micronutrientes que não são produzidos pelo nosso corpo e sim, obtidos a partir da alimentação. O consumo destes é essencial para manutenção da saúde e regulação do organismo. As vitaminas participam de  diversas reações bioquímicas, contribuindo nas atividades enzimáticas, como na degradação de carboidratos, proteínas e gorduras, além de serem antioxidantes que reduzem danos causados no tecido muscular e melhoram a recuperação do mesmo. São divididas em hidrossolúveis (grupo formado por vitaminas do complexo B e vitamina C) e as lipossolúveis (formadas pelas vitaminas A,D,E e K que têm absorção associada por gorduras).
O grupo dos minerais é composto por muitos micronutrientes, que podem atuar de diferentes maneiras, como por exemplo, participação nas atividades enzimáticas sendo co-fatores,  transporte de oxigênio , antioxidantes, auxílio na síntese de hormônios, contração muscular e muitas outras propriedades.
A presença de micronutrientes no exercício físico é peça-chave para que o desempenho nas atividades possa ocorrer. Minerais como cálcio, zinco e magnésio contribuem para a contração muscular, produção de hormônios anabólicos e regulação do metabolismo dos macronutrientes, respectivamente. O ferro beneficia o desempenho físico fazendo parte das hemoglobinas, proteínas que transportam oxigênio até os tecidos- alvo, como por exemplo os músculos esqueléticos.
Na prática esportiva, a vitamina C age de várias maneiras como por exemplo, participando da síntese de carnitina, que é um transportador de de ácidos graxos para a mitocôndria para que a  oxidação das gorduras aconteça para gerar energia. Assim, o consumo adequado de vitamina C favorece este processo. Outras vitaminas como a α-tocoferol ( vitamina E) e a vitamina B6 são muito importantes para praticantes de atividades físicas . A vitamina E que atua como antioxidante de membranas celulares contra as espécies reativas de oxigênio (ROS) ou radicais livres, enquanto a vitamina B6 age como co-fator de enzimas que participam no metabolismo de carboidratos e aminoácidos.
De forma geral, a suplementação de vitaminas e minerais merece atenção para todos os públicos. Entretanto, o uso contínuo deve ser feito com muita cautela. O consumo acima das recomendações destes micronutrientes pode provocar efeitos toxicológicos à saúde.
A ingestão de vitaminas e minerais é essencial para que nosso organismo possa trabalhar de maneira adequada. Contudo, a suplementação de polivitamínicos deve ser feita analisando a qualidade da dieta e a necessidade deste consumo supra dietético. Para isso, procure um profissional da nutrição para que sua saúde e rendimento nos treinos possam ser otimizados.

“Este texto foi escrito por Osiyallê Rodrigues

Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br

Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.

Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Suplementação de polivitamínicos”