Sem categoria

Colágeno: devo utilizar?

Nos últimos anos a expectativa de vida tem aumentado, o que reflete em uma população com maior prevalência de idosos. O envelhecimento é um processo natural e inevitável de todos os órgãos do nosso corpo e a pele é um marcador preciso da idade cronológica. Sabe-se que, embora não esteja codificado entre os genes, a velocidade e a qualidade do envelhecimento sofre influências hereditárias, mas também influências sociais por ser um tecido altamente exposto a danos ambientais. Uma alteração em especial ocorre a partir dos 30 anos, quando o corpo passa a perder cerca de 1% de proteína por ano, incluindo o colágeno. Por razões estéticas, o envelhecimento pode ser considerado indesejado e por isso muitas pessoas buscam estratégias para retardar seus efeitos.

Dois principais eventos associados com o envelhecimento da pele são uma diminuição na capacidade de replicação das células e aumento da expressão de enzimas que degradam a matriz extracelular da derme. O aumento na expressão de metaloproteinases da matriz (MMP) é responsável pela degradação acelerada do colágeno. Em paralelo, a síntese de novos componentes da matriz extracelular por fibroblastos dérmicos diminui, deixando de substituir adequadamente a matriz degradada. Assim, a elasticidade das fibras da derme papilar perde sua integridade durante o envelhecimento. Esta perda de elasticidade e resistência, além da perda de ácido hialurônico, conduz a flacidez e enrugamento. O dano oxidativo gradual no DNA dos genes que codificam o colágeno e nos componentes da matriz dérmica e elastina são caracterizados entre as principais causas do envelhecimento.

O colágeno é uma proteína fibrosa de origem animal encontrada nos tecidos conjuntivos do corpo, representando cerca de 25% de toda a proteína corporal. Entende-se que, uma pessoa jovem, com dieta equilibrada, que não sofra de doenças colagenosas e não submeta seus tecidos ao desgaste excessivo não necessite da suplementação de colágeno. Por outro lado, a partir dos 30 anos a perda do colágeno já pode começar a demonstrar efeitos significativos, seja do ponto de vista estético ou envolvendo dores na articulação e perda óssea. Praticantes de atividade física que estão se submetendo a um desgaste excessivo podem também estar incluídas como grupo de risco.

O colágeno pode ser obtido na alimentação ou através da suplementação. Quando fabricado em sua forma bruta, na forma de fibras ou em pó, o colágeno pode ser submetido à reação de hidrólise para produção de gelatina e colágeno hidrolisado. Assim, os aminoácidos e os peptídeos ingeridos a partir do colágeno hidrolisado podem atuar no combate ao envelhecimento porque possuem atividade antioxidante e facilitam a sua síntese ao fornecer seus aminoácidos específicos, mas também estimula a síntese de outros componentes do tecido colagenoso (proteoglicanos e ácido hialurônico), obtendo-se a regeneração temporária dos mesmos, além de inibir a ação das metaloproteinases responsáveis pela sua degradação.

A vitamina C está diretamente evolvida na síntese de colágeno porque participa na reação de hidroxilação da prolina para formar hidroxiprolina na síntese do colágeno e manter a integridade do tecido conjuntivo. Além disso, vale lembrar que o colágeno é uma proteína estrutural presente em diversas partes do nosso corpo, para evitar que a suplementação de colágeno sofra desvio de função é preciso manter uma ingestão proteica adequada. Portanto, manter o equilíbrio entre o consumo proteico e de vitamina C são estratégias para potencializar os efeitos do colágeno e manter o tônus e a firmeza da derme.

Este texto foi escrito por Camila Rheinschmitt, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.