Sem categoria

Funcionalidades do HMB

O HMB (beta-hidroxi-beta-metilbutirato) é um metabólito da leucina e diversos estudos indicam que sua suplementação pode ocasionar benefícios ergogênicos, tais como efeito anti-catabólico, anabólico e efeito lipolítico. Partindo do princípio que este é um metabólito da leucina, este pode ser consumido por meio de fontes animais e vegetais, sendo que apenas 5 % da leucina é metabolizada a HMB. Comercialmente, o suplemento HMB se encontra disponível na forma de HMB quelado com cálcio monohidratado em 5 tipos de patentes americanas.

O HMB formado é primeiramente convertido a HMG-coA (beta-hidroxi- beta-metilglutaril coenzima A) no citosol dos hepatócitos e células musculares, podendo seguir 2 caminhos distintos: pode ser transformado a colesterol pela enzima HMG-coa redutase ou pode se transformar em acetil-coa a partir da enzima HMG-coa sintetase (Substrato para geração de energia).

Um dos mecanismos propostos para o HMB é a hipótese da síntese de colesterol. O estresse nas fibras musculares impede a produção adequada de HMG-coa, prejudicando a formação de colesterol adequada para as funções celulares, incluindo manutenção da integridade do sarcolema. A síntese adequada de colesterol é extremamente importante para o tecido muscular, pois este depende fortemente da síntese de novo de colesterol. Desse modo, sua suplementação pode auxiliar no fornecimento adequado de colesterol assim como na recuperação da musculatura danificada no momento de alto estresse muscular. Além disso, o ácido mevalonico, produzido a partir de HMG-CoA redutase é um precursor da coenzima Q 10 e assim também tem sido relacionado com a função mitocondrial. Outro mecanismo de ação do HMB seria seu efeito anti-catabólico, através de sua interação com vias proteolíticas.

O sistema ubiquitina proteossoma ATP-dependente, é o responsável pela quebra do conjunto de proteínas intracelulares no músculo esquelético, onde as proteínas são marcadas para degradação. O HMB agiria na inibição da via ubiquitina proteassoma, atenuando a proteólise. Estudos também evidenciam a capacidade do HMB  em estimular síntese proteica, visto que este é derivado da leucina e estimularia a síntese proteica de forma similar através do estímulo a mTOR (proteína reguladora da síntese proteica). O estímulo a maior síntese proteica também estaria relacionado ao aumento da oxidação de gordura, devido à elevação da taxa metabólica. Este efeito do HMB na diminuição de gordura corporal, também está associado a uma maior síntese de proteínas relacionadas a maquinaria oxidativa, como o próprio aumento na síntese de mitocôndrias.

Por fim, existem evidências de que o HMB atua na função imunitária, e o mecanismo proposto seria que o HMB elevaria a proliferação e funcionalidade de macrófagos podendo exercer seus efeitos através de mTOR, pois este também é crítico para produção de linfócitos. Segundo o ISSN (Posição da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva), o HMB vai funcionar em condições ideais se consumidos a uma dosagem de 3 gramas por duas semanas antes de um ataque de alta intensidade que induz danos musculares, cerca de 30-60 minutos antes do exercício.

Como evidenciado pela literatura, a utilização de HMB traz benefícios para hipertrofia muscular, força, aumento da capacidade aeróbica, diminuição de gordura corporal e efeito anti-catabólico, podendo ser amplamente utilizado com auxílio ergogênico, assim como em situações clinicas em que as vias proteolíticas estão ativadas como câncer, acamados e sarcopenia.

Este texto foi escrito por Jaqueline Barreto, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.