Sem categoria

Suplementação no Surf e no Bodyboard

O surf e o bodyboard são esportes aquáticos com cada vez mais adeptos que gostam de se exercitar com adrenalina e em contato com a natureza. Nestes esportes, pessoas de todas as idades, classes sociais, sexo, gênero e aspectos culturais estão unidas em um só propósito: “pegar onda”.
Nosso vasto litoral brasileiro e clima tropical tornam essa prática acessível durante o ano inteiro. No entanto, o surf e o bodyboard, como qualquer outro esporte, requerem bom preparo físico e mental, seja você iniciante ou experiente.
Estar na água por um período superior a 2 horas, entrar na onda, equilibrar-se na prancha, fazer uma manobra, realizar os movimentos corretos dos braços e manter a concentração e a resistência são alguns dos requisitos desses esportes.
Para não desistir já nos alongamentos, é importante saber que o seu desempenho irá depender não só da quantidade de vezes que você vai para o mar com a prancha, mas também de uma alimentação adequada que pode estar associada a alguns suplementos capazes de otimizar os seus resultados e consequentemente a sua qualidade de vida.
Os suplementos mais indicados para o surf e o bodyboard devem fornecer energia, reduzir a fadiga, repor os eletrólitos, auxiliar na força, recuperação muscular e manutenção do peso ideal. Assim, podem estar sendo utilizados:
BCAA: Suplemento composto por três aminoácidos (L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina). Durante o exercício, o BCAA atua como um anticatabólico, pois “doa” os seus carbonos como fonte de energia, evitando que o corpo use as suas reservas musculares; reduz a fadiga periférica e central; evita a dor muscular tardia, e melhora a recuperação do músculo após o treino.
Creatina: Interessante para os momentos de força e explosão durante o exercício, como na remada. Acumula-se no organismo na forma de fosfocreatina, que será utilizada para a síntese de ATP, além de promover a entrada de água dentro da célula, assim melhora a sinalização celular e aumenta o anabolismo muscular.
Beta-alanina: Aminoácido precursor da carnosina. Age como um tampão, pois diminui a acidez no músculo, reduz a fadiga e melhora o tempo de exaustão. Seus efeitos são mais percebidos quando há concentração de exercício em alguns músculos.
Whey Protein: Proteínas extraídas do soro do leite de rápida absorção que possuem peptídeos bioativos e BCAA. É importante para a recuperação muscular e promove tanto o anabolismo como o anticatabolismo.
Vasodilatadores: Arginina, citrulina e nitrato melhoram a perfusão sanguínea, proporcionando um maior aporte de nutrientes e oxigênio para as células, garantindo dessa forma um melhor desempenho.
Cafeína: Poupa o glicogênio, age na liberação de cálcio intramuscular e estimula liberação de beta endorfinas, diminuindo assim a percepção subjetiva do esforço.
Repositores hidroglicoeletrolíticos: Repõem água, nutrientes e eletrólitos como sódio, potássio, magnésio e cloro, assim evitam a hipohidratação; possuem carboidratos em proporção maior que proteínas. Alguns em forma de géis podem conter cafeína e taurina (irá atuar melhorando o foco e a contração muscular).
Para melhor administração, dosagens e combinações dos suplementos citados acima, o nutricionista é o profissional capacitado que irá orientá-lo de acordo com as suas necessidades e objetivos.
Agora, boas ondas!

Este texto foi escrito por  Lorraine Brasil, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0