Sem categoria

Reposição de eletrólitos

Atividades de longa duração podem ser muito desgastantes para o atleta, limitando sua performance e até mesmo refletindo na saúde. O nosso corpo é formado em grande parte por líquidos, sendo cerca de 20% dos líquidos corporais formados pelos líquidos plasmáticos e intersticiais. Esses líquidos são compostos predominantemente por eletrólitos, como sódio, cloro e potássio, além de proteínas. O corpo tem a função de regular essa composição através do sistema renina-angiotensina-aldesterona, mantendo a homeostasia do organismo.

Toda a energia produzida pelo nosso corpo é transformada em calor, portanto, essa energia térmica deve ser dissipada através dos mecanismos termorregulatórios, caso contrário, o organismo entraria em colapso devido ao superaquecimento. Esse calor pode ser dissipado através do suor, levando a perda de líquidos pela pele e pelo trato respiratório, podendo atingir até dois litros por hora. Durante a atividade física, a duração, intensidade do exercício e vestimentas que interferem na termorregulação são fatores que determinam a proporção de perdas de líquidos e eletrólitos. No final das contas a soma das fontes exógenas e endógenas precisa oferecer ao organismo a quantidade correspondente às perdas diárias.

Se esses nutrientes não forem repostos, podem ocorrer hipovolemia, hipoglicemia, hiponatremia, hipertermia e hipoidratação. Participantes de atividades de longa duração devem fazer uso de produtos de reposição oral, como as soluções hidroglicoeletrolíticas, que permite a adequada reposição de água, energia (carboidrato simples) e eletrólitos (principalmente o sódio). Em eventos de longa duração, ou com duração maior que três horas, recomenda-se também a ingestão de 300 a 500ml de água antes da prova e de 500 a 1.000ml por hora de atividade. A bebida a ser consumida durante a atividade deve ter temperatura entre 5 e 15°C, e conter entre 6 e 8% de carboidrato e entre 20 e 30mEq/l de sódio. A reposição de potássio pode ser benéfica, na concentração entre 3 e 5mEq/l.

Para melhor aplicar as estratégias de hidratação no seu contexto, busque acompanhamento com um nutricionista esportivo.

Este texto foi escrito por Camila Rheinschmitt, integrante da equipe de nutrição da SNC-Salvador, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido.
Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail: nutricao@sncsalvador.com.br
Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor.
Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.